COMISSÃO PROCESSANTE ENCERRA FASE DE INSTRUÇÃO, APÓS NOVO W.O DE QUINQUINHA

COMISSÃO PROCESSANTE ENCERRA FASE DE INSTRUÇÃO, APÓS NOVO W.O DE QUINQUINHA

Prefeito tem prazo de cinco dias para apresentar alegações finais, mas recusa em prestar depoimento indica que optou por judicializar…

More...
QUINQUINHA IGNORA VEREADOR E JUDICIÁRIO

QUINQUINHA IGNORA VEREADOR E JUDICIÁRIO

Condenado na Justiça e investigado pela Câmara, prefeito ainda paga escritório de advocacia 'pivô' dos processos e contrata mais duas…

More...
QUINQUINHA E ARLEN ATOLADOS NA BR-135

QUINQUINHA E ARLEN ATOLADOS NA BR-135

Aliados, prefeito e deputado ‘compram’ causa do asfalto da rodovia e outra vez frustram sonho da população  Imagens das visitas…

More...
AÇÃO ENTRE AMIGOS

AÇÃO ENTRE AMIGOS

Câmaras de vereadores devolvem sobra de orçamento a prefeitos aliados Imagem: alternativafm.com A quebradeira geral que toma conta do setor…

More...
PREFEITO DEMITE 100 PRÓXIMO AO NATAL

PREFEITO DEMITE 100 PRÓXIMO AO NATAL

Quinquinha alega falta de recursos para justificar demissão coletiva, que ajudaria a fechar a folha de dezembro Um presente de…

More...
NA DEFESA, QUINQUINHA PARTE PARA O ATAQUE

NA DEFESA, QUINQUINHA PARTE PARA O ATAQUE

Prefeito alega fraude em votação e suspeição de vereadora entre argumentos para barrar denúncia de improbidade  Volumes com as cerca…

More...
O JUS SPERNEANDI DE QUINQUINHA

O JUS SPERNEANDI DE QUINQUINHA

Prefeito entrega defesa prévia à Câmara, que tem agora 10 dias para arquivar ou levar acusação de improbidade adiante  Quinquinha…

More...
DEMOROU, MAS ERA DIA

DEMOROU, MAS ERA DIA

Câmara de Manga aceita denúncia e Quinquinha pode ser cassado por improbidade administrativa  Imagem: Clever Inácio - www.norticias.com.br        …

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2012 JoomlaWorks Ltd.
Imprimir

O NOVO BRINQUEDINHO DE PIMENTEL

No 24 Março 2015.

Governador anuncia compra de avião por R$ 28 milhões

Número de aeronaves passa de sete para quatro, após venda de quatro aeronaves para economizar com manutenção da frota

Comprar um avião não é para quem pode. O governador de Minas, Fernando Pimentel, decidiu reduzir de sete para quatro aeronaves a frota oficial do Gabinete Militar, utilizada pelo governador e vice, pelos secretários, em ações de Defesa Civil e transporte de órgãos para transplante.

Dois aviões, já fora de uso, estão em via de serem leiloados. Outro jato e mais um helicóptero, ainda em operação, serão leiloados até o final do ano. O argumento é de que o Estado vai economizar recursos, o que espaço para que o governo compre um avião novo, com valor previsto de compra (incluindo treinamento) de R$ 28 milhões, com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Economia

Com a redução e renovação da frota, o governo de Minas Gerais estima reduzir em até 60% os custos com operação e manutenção das aeronaves. Atualmente, o Estado gasta aproximadamente R$ 6 milhões por ano apenas com manutenção das quatro aeronaves que serão leiloadas, segundo a Diretoria de Transportes Aéreos do Gabinete Militar - nesse valor não estão incluídas as despesas com seguros e tripulação. Como os requisitos para a aquisição da nova aeronave incluem a garantia completa de cinco anos, o Estado vai poupar cerca de R$ 30 milhões nesse período.

Os aviões e o helicóptero que serão vendidos foram fabricados nos anos 1980 e 90 e sua alienação deve render ao Estado cerca de US$ 3,7 milhões, ou cerca de R$ 12,2 milhões, levando-se em conta o câmbio de abertura desta sexta-feira, 20/3. Os primeiros a serem leiloados são um King Air 300, ano 1986, avaliado em US$ 850 mil, e um Xingu, ano 1981, estimado em US$ 145 mil.

No segundo leilão serão ofertados um jato Learjet, ano 1984, avaliado em US$ 950 mil, e um helicóptero Dauphin, ano 1992, cujo valor é estimado em US$ 1,8 milhão. Para continuar voando com segurança e em obediência às regras da aviação, as aeronaves têm exigido adaptações. O modelo que será comprado, por meio de licitação, ainda não foi definido. A previsão é de que tanto as vendas quanto a compra sejam concluídas.

Governadores não devem mesmo circular por aí em aeronaves velhas. Mas investir R$ 28 milhões na compra do equipamento vai na direção oposto do discurso de austeridade e arrocho que Pimentel já anunciou que vai impor a todos os mineiros. Que tal ajustar as contas públicas para somente depois se permitir ao mimo? Ou fazer como fez seu correligionário e prefeito de Manga, Anastácio Guedes (PT), que há mais dois anos circula na picape que recebeu do prefeito anterior. Tudo na base do lavou, enxugou, tá novo.

Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar