COMISSÃO PROCESSANTE ENCERRA FASE DE INSTRUÇÃO, APÓS NOVO W.O DE QUINQUINHA

COMISSÃO PROCESSANTE ENCERRA FASE DE INSTRUÇÃO, APÓS NOVO W.O DE QUINQUINHA

Prefeito tem prazo de cinco dias para apresentar alegações finais, mas recusa em prestar depoimento indica que optou por judicializar…

More...
QUINQUINHA IGNORA VEREADOR E JUDICIÁRIO

QUINQUINHA IGNORA VEREADOR E JUDICIÁRIO

Condenado na Justiça e investigado pela Câmara, prefeito ainda paga escritório de advocacia 'pivô' dos processos e contrata mais duas…

More...
QUINQUINHA E ARLEN ATOLADOS NA BR-135

QUINQUINHA E ARLEN ATOLADOS NA BR-135

Aliados, prefeito e deputado ‘compram’ causa do asfalto da rodovia e outra vez frustram sonho da população  Imagens das visitas…

More...
AÇÃO ENTRE AMIGOS

AÇÃO ENTRE AMIGOS

Câmaras de vereadores devolvem sobra de orçamento a prefeitos aliados Imagem: alternativafm.com A quebradeira geral que toma conta do setor…

More...
PREFEITO DEMITE 100 PRÓXIMO AO NATAL

PREFEITO DEMITE 100 PRÓXIMO AO NATAL

Quinquinha alega falta de recursos para justificar demissão coletiva, que ajudaria a fechar a folha de dezembro Um presente de…

More...
NA DEFESA, QUINQUINHA PARTE PARA O ATAQUE

NA DEFESA, QUINQUINHA PARTE PARA O ATAQUE

Prefeito alega fraude em votação e suspeição de vereadora entre argumentos para barrar denúncia de improbidade  Volumes com as cerca…

More...
O JUS SPERNEANDI DE QUINQUINHA

O JUS SPERNEANDI DE QUINQUINHA

Prefeito entrega defesa prévia à Câmara, que tem agora 10 dias para arquivar ou levar acusação de improbidade adiante  Quinquinha…

More...
DEMOROU, MAS ERA DIA

DEMOROU, MAS ERA DIA

Câmara de Manga aceita denúncia e Quinquinha pode ser cassado por improbidade administrativa  Imagem: Clever Inácio - www.norticias.com.br        …

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2012 JoomlaWorks Ltd.
Imprimir

CRISE POLÍTICA EM MANGA: ‘NÃO ME DEIXEM SÓ’

No 21 Julho 2017.

Prefeito cobra de servidor comissionado defesa do seu nome em redes sociais

Durante reunião no prédio da Prefeitura, no início da noite da quinta-feira (20), o prefeito de Manga, Quinquinha do Posto (nesta imagem de arquivo ao lado de Humberto Salles, de quem foi vice-prefeito e herdou o cargo após processo de impeachment em 2007), disse que é ‘inocente’ e que vai reverter em instâncias superiores as três condenações recentes de perda de mandato e dos direitos políticos, somados com pagamentos de pesadas multas por improbidade administrativa, decretadas pelo juiz João Carneiro Duarte Neto, da Comarca local.

O prefeito tentou manter o ânimo dos assessores no seu entorno no momento em que a sua imagem de bom mocismo ficou bastante arranhada. Ele foi aconselhado por seu plantel de advogados a tentar manter a calma e seguir com a rotina da administração, como se nada de extraordinário tivesse acontecido. Quinquinha tem lamentado com pessoas do seu entorno que o revés no Judiciário tenha acontecido justamente no momento em que ele se preparava para começar sua gestão, após ter 'economizado' cerca de R$ 1 milhão para um pacote de obras a ser lançado em breve.   

Quinquinha cobrou dos seus funcionários mais empenho na sua defesa nas redes sociais. Citou nominalmente o vereador Anderson Cesar Ramos, o Som Nogueira (PSB), de quem tem sido alvo de críticas. O prefeito não deixou claro se os comissionados podem usar os computadores do município para a reação durante o horário de expediente – o que seria escândalo assemelhado à contratação de uma empresa de sua propriedade em uso do cargo ou a dispensa de licitação para escritório de advocacia, casos que motivaram as suas três condenações dos últimos dias.

Durante o encontro, o vice-prefeito Luiz Fogueteiro (PRB) usou a palavra para firmar profissão de fé na sua lealdade ao prefeito. O vice garantiu que não conspira para ocupar a cadeira de Quinquinha e que os comentários que tomam conta da cidade sobre o assunto são maledicências da oposição. Luiz Fogueteiro cumpre o script adequado para ocasiões do tipo. O estranho mesmo seria dizer o oposto. Quinquinha sabe disso, porque viveu situação parecida há 10 anos, quando era vice de Humberto Salles, o prefeito 'impichado' que lhe cedeu a cadeira por 16 meses antes do fim do mandato.  

O vice está na cômoda posição do lendário Mané Garrincha, jogador do Botafogo e da Seleção Brasileira: só precisa ficar parado, evitar o impedimento, e esperar que a bola caia redondinha a seus pés. O mais disso, é esperar que Quinquinha acredite em duende e Papai Noel.

O outro lado...

O site enviou pedido de posicionamento para o prefeito e seu secretário de Administração, Henrique Fraga, para que comentassem o teor da informações repassadas por uma das pessoas presentes à reunião, sob o compromisso de não ter o seu nome revelado. Não houve resposta, como de hábito. O prefeito proibiu seus auxiliares de atender às mensagens do signatário desta página, na premissa de que a negativa vá afetar o trabalho de um jornalista e não à população do município, de longe a mais interessada e constitucionalmente coberta em seu anseio por mais transparência na caixa preta que Quinquinha tenta instalar na Prefeitura de Manga.  

Comentários  

0 #2 pe dy cabria 23-07-2017 13:34
... e também na festa do Olegário "arrematando" tudo!!! :lol:
Citar
-2 #1 Rodrigo Lacerda Carv 21-07-2017 18:43
Jornalista tendencioso e petista!
Citar

Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar