COMISSÃO PROCESSANTE ENCERRA FASE DE INSTRUÇÃO, APÓS NOVO W.O DE QUINQUINHA

COMISSÃO PROCESSANTE ENCERRA FASE DE INSTRUÇÃO, APÓS NOVO W.O DE QUINQUINHA

Prefeito tem prazo de cinco dias para apresentar alegações finais, mas recusa em prestar depoimento indica que optou por judicializar…

More...
QUINQUINHA IGNORA VEREADOR E JUDICIÁRIO

QUINQUINHA IGNORA VEREADOR E JUDICIÁRIO

Condenado na Justiça e investigado pela Câmara, prefeito ainda paga escritório de advocacia 'pivô' dos processos e contrata mais duas…

More...
QUINQUINHA E ARLEN ATOLADOS NA BR-135

QUINQUINHA E ARLEN ATOLADOS NA BR-135

Aliados, prefeito e deputado ‘compram’ causa do asfalto da rodovia e outra vez frustram sonho da população  Imagens das visitas…

More...
AÇÃO ENTRE AMIGOS

AÇÃO ENTRE AMIGOS

Câmaras de vereadores devolvem sobra de orçamento a prefeitos aliados Imagem: alternativafm.com A quebradeira geral que toma conta do setor…

More...
PREFEITO DEMITE 100 PRÓXIMO AO NATAL

PREFEITO DEMITE 100 PRÓXIMO AO NATAL

Quinquinha alega falta de recursos para justificar demissão coletiva, que ajudaria a fechar a folha de dezembro Um presente de…

More...
NA DEFESA, QUINQUINHA PARTE PARA O ATAQUE

NA DEFESA, QUINQUINHA PARTE PARA O ATAQUE

Prefeito alega fraude em votação e suspeição de vereadora entre argumentos para barrar denúncia de improbidade  Volumes com as cerca…

More...
O JUS SPERNEANDI DE QUINQUINHA

O JUS SPERNEANDI DE QUINQUINHA

Prefeito entrega defesa prévia à Câmara, que tem agora 10 dias para arquivar ou levar acusação de improbidade adiante  Quinquinha…

More...
DEMOROU, MAS ERA DIA

DEMOROU, MAS ERA DIA

Câmara de Manga aceita denúncia e Quinquinha pode ser cassado por improbidade administrativa  Imagem: Clever Inácio - www.norticias.com.br        …

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2012 JoomlaWorks Ltd.
Imprimir

O COMBUSTÍVEL DE RUY

No 29 Setembro 2017.

Ex-prefeito de Montes Claros já fala em retomar vida pública com candidatura a senador 

A existência de uma certa nostalgia sobre o fracasso político-administrativo da passagem do empresário Ruy Muniz pela Prefeitura de Montes Claros parece autorizar o ex-prefeito a viajar na maionese. Circula pelas redes sociais vídeo gravado durante a recente passagem dele pela cidade de São Francisco, em que o ex-prefeito de Montes Claros, afastado do cargo por decisão judicial e jogado em prisão domiciliar pela Policia Federal quando sua gestão começava a ganhar corpo, fala para uma plateia restrita sobre seus planos de retorno à vida pública.

Ao lado do ex-prefeito Severino Gonçalves da Silva, 75 anos, outro nome notório por pendências judiciais por desvios de recursos públicos durante suas sucessivas passagens pela Prefeitura de São Francisco, um animado Ruy Muniz discursa sobre planos para o futuro sem prejuízo de lembrar que “o combustível do homem é o sonho”. Nem sempre esses sonhos se concretizam, argumenta Muniz, à guisa de mea-culpa sobre sua saída prematura da Prefeitura de Montes Claros e o impedimento também judicial para que concorresse à reeleição.

Muniz diz que vai disputar o Senado por Minas Gerais agora em 2018, mas esse não é o seu limite. Quer chegar ao governo de Minas e depois, quiçá, à Presidência da República. Escrevi, há coisa de uns 10 anos, o artigo ‘O infinito particular de Ruy Muniz’ em que abordava as megalomanias do empresário. "Querer é poder. Eu serei prefeito de Montes Claros, estou certo disto. Depois farei uma administração tão exemplar que ganharei reconhecimento em todo o Estado, e vou chegar ao Governo de Minas. Depois meu nome irá se projetar para o resto do país e certamente vou me tornar presidente da República. Pode escrever isso aí na entrevista...", disse Muniz à época, em entrevista ao então repórter Fred Mendes, da revista ‘Tempo’.

'Sim, sim, sim...'

Nos bastidores políticos do Norte de Minas há quem desconfie que Ruy vai disputar o Senado com objetivo bem diverso da suposta retomada caminhada ao Palácio do Planalto: ele busca mesmo é criar uma espécie de âncora para tentar emplacar o mandato da mulher e deputada federal em primeiro mandato, Raquel Muniz (PSC), cuja passagem aqui por Brasília deixa a desejar. Dono de fortuna superior a R$ 100 milhões, com três aviões no hangar, além de jornal de circulação em todo o Estado, o casal Muniz é bajulado por donos desses partidecos de aluguel.

Raquel, não custa recordar, ganhou seus 15 minutos de fama na votação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff com aquele retumbante 'sim, sim, sim, senhor presidente'. Na justificativa do seu voto, a deputada lembrou que o maridão era exemplo de honestidade para o país. Um dia depois, Ruy seria preso pela Polícia Federal. Quanto vale um sonho?

Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar