UNIMONTES PARA POR CONTA DE BAIXO SALÁRIO

UNIMONTES PARA POR CONTA DE BAIXO SALÁRIO

O ao letivo nem começou e os servidores da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) estão novamente em greve, na repetitiva e…

More...
HORÁRIO DE VERÃO ACABA NO SÁBADO

HORÁRIO DE VERÃO ACABA NO SÁBADO

Chega ao fim à meia-noite do próximo sábado (17) o horário de verão em vigor desde outubro passado, quando os…

More...
PROVEDOR REGIONAL PUXA AVANÇO DA BANDA LARGA

PROVEDOR REGIONAL PUXA AVANÇO DA BANDA LARGA

A Agência Nacional de Telecomunicações divulgou comunicado nesta segunda-feira (29) com a informação de que foram adicionados ao sistema 1,91…

More...
TELEFONE FIXO A CAMINHO DO MUSEU

TELEFONE FIXO A CAMINHO DO MUSEU

Crise e mobilidade leva país a perder 1,2 milhão de linhas de telefone fixo  em 2017 [Com Agência Brasil] -…

More...
 PREFEITOS EM PÉ DE GUERRA COM PIMENTEL

PREFEITOS EM PÉ DE GUERRA COM PIMENTEL

O governador de Minas, Fernando Pimentel, vai lidando como pode com a insatisfação dos prefeitos após a repetição dos atrasos…

More...
APÓS NOVO W.O DE QUINQUINHA, COMISSÃO PROCESSANTE ENCERRA FASE DE INSTRUÇÃO

APÓS NOVO W.O DE QUINQUINHA, COMISSÃO PROCESSANTE ENCERRA FASE DE INSTRUÇÃO

Prefeito tem prazo de cinco dias para apresentar alegações finais, mas recusa em prestar depoimento indica que optou por judicializar…

More...
NA DEFESA, QUINQUINHA PARTE PARA O ATAQUE

NA DEFESA, QUINQUINHA PARTE PARA O ATAQUE

Prefeito alega fraude em votação e suspeição de vereadora entre argumentos para barrar denúncia de improbidade  Volumes com as cerca…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2012 JoomlaWorks Ltd.
Imprimir

MANGA: QUILOMBOLAS SEM FERIADO E MACAÉ

No 19 Novembro 2017.

Movimento comemora Dia Consciência Negra no ano em que Quinquinha vetou feriado

As lideranças do movimento negro em Manga chegou a cogitar com a presença da secretária estadual de Educação de Minas Gerais, Macaé Maria Evaristo dos Santos, no evento que vai comemorar nesta segunda-feira (20) o Dia da Consciência Negra no município.

Um dos principais ativista do movimento em Manga, o pastor evangélico Isaias do Nascimento diz que havia "uma grande possibilidade" de Macaé Evaristo participar do ato local pelo Dia da Consciência Negra em Manga, mas que a visita dependia muito da logística, já que a secretária tinha agendados compromissos em outras regiões do Estado.

A presença de Macaé em Manga seria demonstração de prestígio do movimento quilombola local, para irritação dos donos de terras que não enxergam com bons olhos a movimentação que propõe a desapropriação de terras produtivas para acomodar os afrodescendentes.   

As comemorações do Dia da Consciência Negra contam com a organização da associação Vale dos Quilombos, que reúne comunidades quilombolas em Manga engajados na luta jurídico-administrativa pela demarcação de reservas no município, a exemplo do que acontece no vizinho município de São João das Missões em relação aos indígenas, que resgatariam a forte presença dos imigrantes africanos na formação histórica local.

Segundo o movimento negro local, o município conta atualmente com 13 comunidades quilombolas reconhecidas ou em processo de reconhecimento. Historicamente, segundo as lideranças quilombolas, o município chegou a registrou o marco de detentor do maior número de ajuntamentos de comunidades negras em Minas Gerais.

Quinquinha vetou feriado

O evento desta segunda-feira está previsto para acontecer na Avenida Tiradentes, na altura do prédio do antigo Mercado Municipal e deve contar com a presença das estudantes das escolas das redes do município e estado. Da programação constam apresentações culturais dos remanescentes quilombolas, estandes com exposição e venda de produtos agrícolas, além de artesanatos e apresentações de artistas regionais.

Apesar do dia festivo, o movimento quilombola em Manga não tem muito o que comemorar. O prefeito Quinquinha de Quinca de Otílio (PPS) vetou, em junho passado, projeto de Lei que instituiria o Dia da Consciência Negra no âmbito do município. Proposta por um vereador, a matéria previa a criação de mais um feriado no calendário local para promoção das comunidades remanescentes de antigos quilombos do município, mas foi vetado pelo prefeito após pressão da Associação Comercial Empresarial e Industrial de Manga (Acim).

O Dia da Consciência Negra, comemorado a cada 20 de novembro é considerado ponto facultativo no plano nacional, mas passaria a ser feriado também em Manga, a exemplo do que acontece em algumas centenas de municípios do país. A análise do veto do prefeito acabou em confusão, após o líder do prefeito na Câmara de Manga, vereador professor Evilásio Amaro (PPS), manobrar para evitar que a Casa derrubasse a decisão do prefeito de engavetar o projeto.

O que acabou acontecendo, a despeito do voto de Minerva ser instituto previsto em qualquer casa legislativa do país. Quinquinha não queria o feriado da Consciência Negra e contou com os préstimo do professor Evilásio para fazer não acontecer. 

 


Leia também:

EVILÁSIO BARRA DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

PALMARES É AQUI?

MACAÉ E A NARRATIVA DA INCLUSÃO

A PARTE QUE LHE CABE NESTE LATIFÚNDIO

MANGA TERÁ RÁDIO TEMÁTICA PARA QUILOMBOLA

RAPAPÉS PARA MACAÉ

 

 

 

 

 

Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar