UNIMONTES PARA POR CONTA DE BAIXO SALÁRIO

UNIMONTES PARA POR CONTA DE BAIXO SALÁRIO

O ao letivo nem começou e os servidores da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) estão novamente em greve, na repetitiva e…

More...
HORÁRIO DE VERÃO ACABA NO SÁBADO

HORÁRIO DE VERÃO ACABA NO SÁBADO

Chega ao fim à meia-noite do próximo sábado (17) o horário de verão em vigor desde outubro passado, quando os…

More...
PROVEDOR REGIONAL PUXA AVANÇO DA BANDA LARGA

PROVEDOR REGIONAL PUXA AVANÇO DA BANDA LARGA

A Agência Nacional de Telecomunicações divulgou comunicado nesta segunda-feira (29) com a informação de que foram adicionados ao sistema 1,91…

More...
TELEFONE FIXO A CAMINHO DO MUSEU

TELEFONE FIXO A CAMINHO DO MUSEU

Crise e mobilidade leva país a perder 1,2 milhão de linhas de telefone fixo  em 2017 [Com Agência Brasil] -…

More...
 PREFEITOS EM PÉ DE GUERRA COM PIMENTEL

PREFEITOS EM PÉ DE GUERRA COM PIMENTEL

O governador de Minas, Fernando Pimentel, vai lidando como pode com a insatisfação dos prefeitos após a repetição dos atrasos…

More...
APÓS NOVO W.O DE QUINQUINHA, COMISSÃO PROCESSANTE ENCERRA FASE DE INSTRUÇÃO

APÓS NOVO W.O DE QUINQUINHA, COMISSÃO PROCESSANTE ENCERRA FASE DE INSTRUÇÃO

Prefeito tem prazo de cinco dias para apresentar alegações finais, mas recusa em prestar depoimento indica que optou por judicializar…

More...
NA DEFESA, QUINQUINHA PARTE PARA O ATAQUE

NA DEFESA, QUINQUINHA PARTE PARA O ATAQUE

Prefeito alega fraude em votação e suspeição de vereadora entre argumentos para barrar denúncia de improbidade  Volumes com as cerca…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2012 JoomlaWorks Ltd.
Imprimir

QUINQUINHA VAI DEPOR?

No 27 Novembro 2017.

A semana começa com a expectativa sobre a confirmação ou não do depoimento do prefeito de Manga, Quinquinha de Quinca de Otílio, o Joaquim Oliveira Sá Filho (PPS), na comissão processante instalada pela da Câmara de Vereadores local para apurar denúncia de suposta prática de improbidade na contratação do escritório de advocacia Menezes & Consultores Associados ao custo de R$ 65 mil ao longo deste ano. O prefeito e sua indefectível pastinha marron são esperados no prédio da Câmara Municipal, em audiência prevista para daqui a pouco, às 9h00.

A oitiva do prefeito é facultativa (ele não é obrigado a comparecer), embora sua ausência possa ser demonstrada de duas maneiras possíveis: não está nem aí para a investigação da Câmara Municipal, como contou ao site um dos seus estrategistas para assuntos da política, ou teme o confronto com a comissão processante.

O prefeito tem abusado do seu temperamento, de natural glacial, no que diz respeito ao assunto. Finge que nada está acontecendo, mas ao mesmo tempo destaca um pequeno exército de servidores para reunir as 8.000 páginas da defesa prévia que entregou à comissão processante há cerca de duas semanas.

Os trabalhos da comissão prosseguem ao longo dos próximos dias, com a tomada de depoimento das testemunhas indicadas pela defesa de Quinquinha. Uma delas, a secretária de Educação, Fabrícia Mota, mas, segundo uma fonte, não teria sido localizada na semana passada para receber a notificação sobre sua participação como depoente no processo.

Contatado pelo site, o prefeito não retornou até o fechamento deste post. 

Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar