COMISSÃO PROCESSANTE ENCERRA FASE DE INSTRUÇÃO, APÓS NOVO W.O DE QUINQUINHA

COMISSÃO PROCESSANTE ENCERRA FASE DE INSTRUÇÃO, APÓS NOVO W.O DE QUINQUINHA

Prefeito tem prazo de cinco dias para apresentar alegações finais, mas recusa em prestar depoimento indica que optou por judicializar…

More...
QUINQUINHA IGNORA VEREADOR E JUDICIÁRIO

QUINQUINHA IGNORA VEREADOR E JUDICIÁRIO

Condenado na Justiça e investigado pela Câmara, prefeito ainda paga escritório de advocacia 'pivô' dos processos e contrata mais duas…

More...
QUINQUINHA E ARLEN ATOLADOS NA BR-135

QUINQUINHA E ARLEN ATOLADOS NA BR-135

Aliados, prefeito e deputado ‘compram’ causa do asfalto da rodovia e outra vez frustram sonho da população  Imagens das visitas…

More...
AÇÃO ENTRE AMIGOS

AÇÃO ENTRE AMIGOS

Câmaras de vereadores devolvem sobra de orçamento a prefeitos aliados Imagem: alternativafm.com A quebradeira geral que toma conta do setor…

More...
PREFEITO DEMITE 100 PRÓXIMO AO NATAL

PREFEITO DEMITE 100 PRÓXIMO AO NATAL

Quinquinha alega falta de recursos para justificar demissão coletiva, que ajudaria a fechar a folha de dezembro Um presente de…

More...
NA DEFESA, QUINQUINHA PARTE PARA O ATAQUE

NA DEFESA, QUINQUINHA PARTE PARA O ATAQUE

Prefeito alega fraude em votação e suspeição de vereadora entre argumentos para barrar denúncia de improbidade  Volumes com as cerca…

More...
O JUS SPERNEANDI DE QUINQUINHA

O JUS SPERNEANDI DE QUINQUINHA

Prefeito entrega defesa prévia à Câmara, que tem agora 10 dias para arquivar ou levar acusação de improbidade adiante  Quinquinha…

More...
DEMOROU, MAS ERA DIA

DEMOROU, MAS ERA DIA

Câmara de Manga aceita denúncia e Quinquinha pode ser cassado por improbidade administrativa  Imagem: Clever Inácio - www.norticias.com.br        …

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2012 JoomlaWorks Ltd.
Imprimir

SE COBRIR VIRA CIRCO...

No 08 Dezembro 2017.

Pareceu fora de propósito zum zum-zum em torno da renúncia à vida pública do deputado-palhaço Tiririca. Ele não renunciou ao mandato, como muitos entenderam. Embora me inclua entre os simpáticos à ideia de que a democracia deva comportar certas bizarrices, como é o caso da atuação parlamentar de figuras como o próprio Tiririca, o ex-jogador Romário, o cantor Sérgio Reis, e tantos outros personagens de origem midiática, penso que a passagem, quase sempre obscura, dessa turma pelos corredores do Congresso Nacional é um desserviço ao país.

O leitor sempre pode argumentar que melhor um Tiririca com sua alma de pureza circense do que o comboio de bandidos em busca de foro privilegiado que abarrotam os corredores do Congresso. Vale como tese, mas receio que não é pedir muito que o eleito tenha contribuição a dar ao país. A despedida em tom indignado do deputado Tiririca soou falsa aos meus ouvidos sempre desconfiados. Após 7 anos de parlamento, não dá para o cara se apresentar como a virgem no puteiro.

A passagem do deputado-palhaço pelo parlamento só não foi de todo apagada porque ele apresentou projeto em que buscava incluir a atividade circense entre os setores beneficiados pelo amparo da Lei Rouanet, de incentivo à cultura. Pleito justo, em um país sempre vergonhoso em todos os aspectos, mas também por entregar renúncia fiscal para grandes empresas – bancos incluídos - se autopromoverem como mecenas da cultura, para não falar do patrocínio oficial a shows de astros do show business internacional, com preço médio de ingresso na casa de R$ 1 mil.

No mais, Tiririca subiu à tribuna uma única vez, justamente na despedida, para dizer que deixa a política de ‘cabeça erguida’. Antes, já tinha insinuado em entrevista ao SBT que recebeu proposta pouco republicana para livrar Temer das duas denúncias de corrupção. Tiririca deixa o parlamente de estômago embrulhado, mas ficou a dever atitude mais corajosa de denunciar o que viu por lá.

Pelo menos, não nesse tom generalista que adotou nas suas falas recentes. Mas o Congresso é maios ou menos o que cantou Benito Di Paula em dias melhores sobre o Brasil. “Se cobrir, vira circo, se cercar, vira cadeia/ Essa vida é um trapézio, preso na cumeeira’. Tiririca não volta na próxima Legislatura. Falta não fará. O país já sai no lucro se a sua vaga não cair em mãos de gente muito mais perigosa que o palhaço arrependido de ter buscado outros picadeiros.

Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar