APÓS NOVO W.O DE QUINQUINHA, COMISSÃO PROCESSANTE ENCERRA FASE DE INSTRUÇÃO

APÓS NOVO W.O DE QUINQUINHA, COMISSÃO PROCESSANTE ENCERRA FASE DE INSTRUÇÃO

Prefeito tem prazo de cinco dias para apresentar alegações finais, mas recusa em prestar depoimento indica que optou por judicializar…

More...
QUINQUINHA IGNORA VEREADOR E JUDICIÁRIO

QUINQUINHA IGNORA VEREADOR E JUDICIÁRIO

Condenado na Justiça e investigado pela Câmara, prefeito ainda paga escritório de advocacia 'pivô' dos processos e contrata mais duas…

More...
QUINQUINHA E ARLEN ATOLADOS NA BR-135

QUINQUINHA E ARLEN ATOLADOS NA BR-135

Aliados, prefeito e deputado ‘compram’ causa do asfalto da rodovia e outra vez frustram sonho da população  Imagens das visitas…

More...
AÇÃO ENTRE AMIGOS

AÇÃO ENTRE AMIGOS

Câmaras de vereadores devolvem sobra de orçamento a prefeitos aliados Imagem: alternativafm.com A quebradeira geral que toma conta do setor…

More...
PREFEITO DEMITE 100 PRÓXIMO AO NATAL

PREFEITO DEMITE 100 PRÓXIMO AO NATAL

Quinquinha alega falta de recursos para justificar demissão coletiva, que ajudaria a fechar a folha de dezembro Um presente de…

More...
NA DEFESA, QUINQUINHA PARTE PARA O ATAQUE

NA DEFESA, QUINQUINHA PARTE PARA O ATAQUE

Prefeito alega fraude em votação e suspeição de vereadora entre argumentos para barrar denúncia de improbidade  Volumes com as cerca…

More...
O JUS SPERNEANDI DE QUINQUINHA

O JUS SPERNEANDI DE QUINQUINHA

Prefeito entrega defesa prévia à Câmara, que tem agora 10 dias para arquivar ou levar acusação de improbidade adiante  Quinquinha…

More...
DEMOROU, MAS ERA DIA

DEMOROU, MAS ERA DIA

Câmara de Manga aceita denúncia e Quinquinha pode ser cassado por improbidade administrativa  Imagem: Clever Inácio - www.norticias.com.br        …

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2012 JoomlaWorks Ltd.
Imprimir

ABALO NA CONFIANÇA

No 20 Dezembro 2017.

Falha operacional irrita usuários da travessia no Rio São Francisco entre Manga e Matias Cardoso

O serviço de travessia sobre o Rio São Francisco entre Manga e Matias Cardoso, no extremo Norte de Minas, foi interrompido por algumas horas na última segunda-feira (18). O problema começou ainda na madrugada e teve como causa, segundo fonte da própria empresa, panes simultâneas nos motores dos três rebocadores da Navegação Confiança, responsável pela operação da travessia desde abril de 2016 – após vencer a licitação organizada pela Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas de Minas Gerais (Setop).

A pane desta semana causou transtorno para os usuários da travessia. Ambulâncias de municípios da região não conseguiram seguir viagem e alguns pacientes teriam perdido consultas agendadas previamente em cidades como Montes Claros e Janaúba. Alguns veículos seguiram viagem pela BR-135, via Januária, onde há uma ponte sobre o rio na altura da cidade de Pedras de Maria da Cruz. O problema persistiu ao longo do dia, com a aglomeração de veículos mesmo após a retomada da travessia.

Segundo o gerente de operações da Navegação Confiança em Manga, Fernando José Nicoletti, a paralisação teria durado apenas algumas horas – tempo necessário para os reparos nos rebocadores. Nicoletti diz que os motores dos rebocadores trabalharam no limite máximo de sua capacidade após o aumento do volume de água na calha do rio com as chuvas fortes que atingiram a região nas últimas semanas.

A vitória da Navegação Confiança para explorar o serviço de balsas em Manga ainda incomoda alguns dos seis antigos concessionários em regime precário que exploravam há décadas o negócio naquele ponto do Rio São Francisco. A suspensão dos serviços irritou motoristas e usuários do serviço, que protestaram nas redes sociais. Não faltaram reclamações pela demora nas melhorias anunciadas com a concessão do serviço.

Plano de investimentos

Pessoas ligadas aos antigos donos das balsas que atuavam na travessia têm feito uso das falhas operacionais da Navegação Confiança, que é de Belém do Pará, para indispor a população contra os novos concessionários. A concessionária deve apresentar até o mês de maio, dois anos após assumir os serviços, um plano de investimentos para o período de duração do contrato com o Estado de Minas Gerais, que é de 15 anos.

Entre as benfeitorias esperadas estão a iluminação das praças de embarque nas duas margens do rio e o projeto de sinalização das rotas de embarque e desembarque, além da construção de escritório, bilheteria e guaritas para a fiscalização. A Navegação Confiança também deve apresentar projeto de melhorias nas plataformas de embarque, mas essas intervenções dependem de licenciamento ambiental.

Comentários  

-1 #2 wagner 01-01-2018 11:44
CRITICAR É FÁCIL, QUERO VER SE COLOCAR A DISPOSIÇÃO PARA AJUDAR AMENIZAR OS PROBLEMAS!!!!!NINGUÉM FALA DAS SABOTAGENS QUE VEM SOFRENDO OS REBOCADORES NEH!!!PEDAÇOS DE CABOS DE AÇOS NOVOS AMARRADOS A GARRAFAS PETS PARA ENROSCAREM NAS HÉLICES, PARAFUSOS QUE APARECEM MISTERIOSAMENTE DENTRO DE CABEÇOTE DE MOTOR....... O SERVIÇO DA NACON É OTIMO!!!
Citar
+1 #1 Hékson Viana 22-12-2017 11:32
Inacreditável que ainda exista alguém que critique o atual serviço das balsas, claro que melhorias sempre são bem vindas, mas é imcomparável o atual serviço com o que era oferecido antes, balsas bem melhores, com oferta de serviços a bordo, horário de partida respeitado, entre outras coisas, melhor mesmo agora só com a ponte!
Citar

Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar