logo 20182

PARA QUE NÃO SE ESQUEÇA DE LEMBRAR

Ligado .

Centenário de Manga está chegando e a administração não se mexe para organizar as comemorações

A pandemia do coronavírus fez o aniversário dos 97 anos da emancipação político-administrativa de Manga passar em brancas nuvens.

Em condições normais de pressão e da brisa que sai da orla do Rio São Francisco (na majestosa imagem acima), o prefeito de turno teria feito a festança adiada por três anos, mas resgatada em ano eleitoral - como é da praxis desses interiores do país.

Há quem veja nesse não aniversário de 2020 uma notícia até boa. Pelo menos a população não precisou ver pela enésima vez aquela mesma banda queridinha da administração e as mesmas homenagens vazias de sentido no palco, invariavelmente a tônica desses festejos.

URGÊNCIA

Desfile cívico do Sete de Setembro: aniversário de Manga coincide com o da Independência do Brasil 

Mas o tema que pretendo abordar aqui é outro. Quero falar das comemorações dos 100 anos de Manga, daqui a três anos, que têm sido constantemente negligenciadas por uma das piores administrações que o município já teve.

Se a pandemia impediu a festa do último 7 de Setembro, não deveria ter sido obstáculo para que o prefeito fizesse o anúncio, por exemplo, da criação de comissão ou grupo de trabalho para começar a planejar a efeméride do centenário do município.

O TEMPO VOA

Não é uma data qualquer e os preparativos não podem ser negligenciados ou deixados para a última hora. Tenho insistido nesse assunto. Há dois anos, quando faltavam cinco para a grande festa, escrevi um artigo que tinha o trecho abaixo:

  • Há muito o que se fazer para que essa efeméride não passe em branco ou que venha a ser comemorada de forma chinfrim, como foi a 'festa da cidade' organizada pela Prefeitura de Manga no último feriado, com atrações musicais de gosto duvidoso e total descaso para com os cantores do lugar - lembrados só de última hora e sob protestos.

  • A primeira providência que a atual administração pode tomar é instituir uma comissão municipal para cuidar dos preparativos para o 1° Centenário de Manga. Uma lei municipal precisa ser votada para garantir a criação de um fundo com recursos públicos para custear os gastos com a agenda dos 100 anos.

  • Diluir esses gastos ao longo de quatro ou cinco anos fiscais, contribui para reduzir o impacto no orçamento - especialmente em tempos de cofres vazios. 

  • A comissão organizadora terá a missão de pensar a festa, com suas atrações culturais e educativas, históricas, religiosas, sócio-econômicas, lazer e tantas outras dimensões quanto foram detectadas ao longo do debate com a sociedade. Aliás, a Câmara de Vereadores pode pensar em movimento semelhante, além de contribuir com as demais iniciativas.

CONTAGEM REGRESSIVA

De volta. Dois anos foram embora rapidamente e, agora, o centenário entra efetivamente em contagem regressiva. A Prefeitura precisa com urgência pensar no assunto com esse prefeito em fim de carreira ou com outro que vencer a eleição de novembro. Não há mais como adiar o assunto.

É necessário pensar ações para a construção do monumento-marco dos 100 anos, organizar concursos nos campo da música, redação e poesia, atividades esportivas (cavalgadas, passeios ciclísticos e canoagem, o campeonato de futebol do centenário) ou ainda a criação de cross funding (vaquinha) para a participação financeira da iniciativa privada no financiamento da festa.

A comissão responsável pela festa terá muito o que fazer. Na seara do audiovisual é possível pensar em documentários ou filmes, o lançamento de livro comemorativo com a história do município (uma vergonhosa lacuna local), exposições com a temática do centenário e por aí vai. 

VOLUNTÁRIOS

A comissão pode buscar formas de financiamento público para os festejos junto à Secretaria de Cultura estadual e o Ministério das Cidades ou Secretaria de Cultura federal. Cabe a esse time, formado por voluntários, preferencialmente, pensar o cronograma do evento, bem seus custos e etapas de realização.

São iniciativas de competência da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, que tem como atual titular Fabrícia Ferreira Mota. Não se ouviu ainda, até onde é possível capturar, uma única palavra pública sua a respeito.

Imagens de desfile cívico e recepção a Assis Chateaubriand: peças obrigatórias em eventual exposição fotográfica alusiva ao centenário    

PALAVRAS AO VENTO

O prefeito de plantão escreveu meia dúzia de palavras protocolares sobre os 97 anos comemorados na última segunda-feira.

“Hoje se comemora mais um aniversário da cidade. São 97 anos de emancipação política da nossa querida Manga, repletos de muitas histórias, tradições e encantos. O momento não permite celebrações, mas traz uma boa reflexão. Temos que ter fé, foco e muita solidariedade para virarmos essa página”, registrou.

Palavras vazias, sem moto para fazer acontecer. Teria feito melhor se mirasse o futuro, com o anúncio de providências para o centenário. Nada.

No mesmo dia em que o prefeito disse que “quando tudo isso acabar, vivenciaremos novamente o dia-a-dia com alegria”, o município registrava o terceiro óbito por covid.

E A CÂMARA COM ISSO?

Às vésperas dos seus 100 anos, Manga talvez não tenha no comando alguém à altura da iimportância do momento que se aproxima. O que se tem é a demora em planejar o centenário.

Felizmente, há quem não aceite a desmemorização em curso e faça cobranças para que o poder público - por seus representantes de turno - não se esqueça de lembrar o momento importante que se aproxima. Em tempo, a Câmara de Vereadores também pode atuar nesse tema.

A cobrança vale para os nove vereadores também - ambora não há muito o que se esperar do time que ora está em campo. 

MAIS SOBRE O ASSUNTO: 

É HORA DE PENSAR OS 100 ANOS DE MANGA

Comentários  
+1 # Neuzeli Calado 09-09-2020 21:37
Vamos torcer para os novos gestores juntamente com os vereadores tomem as devidas providências a respeito desse assunto tão importante é memorável para a nossa cidade.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Wamadson 10-09-2020 20:59
Exatamente daqui 03 anos, preocupação agora? Falta de assunto ou é só para marretar a atual Administração?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # pe de cabra 11-09-2020 18:58
Se Quinquinha sai este ano e os 100 estão a três,
aposta na re-eleição?
Responder | Responder com citação | Citar
Adicionar comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar