Política

Imprimir

TUDO COMO DANTES NO QUARTEL DA AMAMS

No 13 Março 2015.

Aliados reclamam da demora de César Emílio em mudar a estrutura da entidade

A imponente sede da Amams, em Montes Claros: a turma da boquinha está ansiosa por espaço

Há exatos dois meses depois da eleição do prefeito de Capitão Enéas, César Emílio Lopes Oliveira (PT), para presidir a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams) começam a aparecer os primeiros sinais de insatisfação com o novo mandatário da entidade. Aliados de César Emílio reclamam da demora que estaria acontecendo na reformulação da estrutura da associação. A turma da boquinha pretende trocar os nomes dos principais cargos da Casa.

Um dos postos mais cobiçados é o de secretário-executivo, hoje ocupado por Luiz Lobo. A principal reclamação, vinda especialmente das trincheiras petistas, é contra a manutenção de pessoas ligadas ao deputado estadual Arlen Santiago (PTB) e ao ex-prefeito de Patis Valmir Morais, que deixou a presidência da Amams no final de 2010. A bronca é pelo fato de que Santiago e Valmir ainda controlariam desde postos administrativos até os de faxineiro dá luxuosa sede da entidade, em Montes Claros.

César Emílio não demonstrou ainda intenção de mexer nesse vespeiro. No caso do secretário executivo Luiz Lobo há ainda uma dificuldade extra: decano entre os funcionários da associação, ele retém praticamente toda a memória dos processos e projetos da entidade.

Luiz Lobo, que recebe oficialmente cerca de R$ 5,5, mil, coordenou, por exemplo, o processo de montagem do Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da Área Mineira da Sudene (Cimans), que reúne cerca de 70 municípios e já cuida dos serviços de iluminação pública nessas cidades. Atualmente, Lobo está envolvido com a tarefa de montar uma central de compras unificada para os municípios associados, de modo a ganhar escala na aquisição de medicamentos, material escolar, entre outros insumos que podem ser adquiridos pelo sistema de grupo.

Entre outros, os aliados do novo presidente da Amams também reivindicam os cargos do diretor de Defesa Civil e Relações Institucionais, Sérgio Oliveira Nassal, e o de assessor de imprensa, ocupado há um bom par de anos pelo jornalista Artur Amorim Júnior. O caso do assessor Artur Júnior é bem curioso: ele recebe R$ 3,5 mil da Amams - o que não chega a ser um bom salário, mas ainda assim elevado para a maré mansa que a vida no cargo oferece.

Ave César...

O site da entidade é uma verdadeira bosta -- com seu perdão, caro leitor, pelo escorregão na vala do mau gosto. Além de não ter recebido novas atualizações desde outubro do ano passado, o sítio da Amams na internet, cuja manutenção é paga com dinheiro das prefeituras associadas, é pouco transparente e não oferece informações básicas sobre a entidade. O assessor Artur Júnior mantinha um site de notícias no ar até o final do ano passado, o Gerais News, este sim atualizado diariamente, mas que saiu do ar sem maiores explicações.

O cargo de Artur Júnior teria sido cobiçado por Girleno Alencar, outro repórter da velha guarda em Montes Claros que preferiu trocar o estresse das redações pelo bem-bom das assessorias pagas com dinheiro público. Segundo o site apurou, Girleno teria sido acomodado no Consórcio Cimans, que fiscaliza o cumprimento do contrato entre a Amams e a multinacional espanhola Asolar Energy Projetos e Serviços na prestação dos serviços de manutenção da iluminação em 72 cidades afiliadas. A ser verdade, a Amams conta agora com dois assessores de imprensa e produção quase zero nesse mister. Ave César, se avexe. Os que esperam a degola te saúdam. Os demais são pura ansiedade.

Adicionar comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar