NA DEFESA, QUINQUINHA PARTE PARA O ATAQUE

NA DEFESA, QUINQUINHA PARTE PARA O ATAQUE

Prefeito alega fraude em votação e suspeição de vereadora entre argumentos para barrar denúncia de improbidade  Volumes com as cerca…

More...
OUTRA OPINIAO

OUTRA OPINIAO

 Lamento de um bom homem em defesa do seu semelhante  Por Sandro Tótola (*) Vivemos tempos sombrios, tempos rudes, tempos…

More...
PERDOAI-OS, MESMO SABENDO O QUE QUEREM

PERDOAI-OS, MESMO SABENDO O QUE QUEREM

Magnânimos por conveniência, Lula e Dilma dizem perdoar seus desafetos; mas quem os perdoará pelos seus muitos erros A militância…

More...
O JUS SPERNEANDI DE QUINQUINHA

O JUS SPERNEANDI DE QUINQUINHA

Prefeito entrega defesa prévia à Câmara, que tem agora 10 dias para arquivar ou levar acusação de improbidade adiante  Quinquinha…

More...
DEMOROU, MAS ERA DIA

DEMOROU, MAS ERA DIA

Câmara de Manga aceita denúncia e Quinquinha pode ser cassado por improbidade administrativa  Imagem: Clever Inácio - www.norticias.com.br        …

More...
FALTOU PANO PRA MANGA?

FALTOU PANO PRA MANGA?

Oposição alivia para Quinquinha, o ímprobo, e Luiz do Foguete vê o cavalo para o poder passar arreado A primeira…

More...
IMPROBIDADES RECORRENTES 2

IMPROBIDADES RECORRENTES 2

Prefeito de Manga dispensa de licitação escritório que atuou na campanha eleitoral para livrá-lo da inexigibilidade O prefeito de Manga,…

More...
QUINQUINHA TEM DUAS NOVAS CONDENAÇÕES POR IMPROBIDADE

QUINQUINHA TEM DUAS NOVAS CONDENAÇÕES POR IMPROBIDADE

Numa única sentença, juiz decreta duas novas perdas do cargo para prefeito de Manga >> Dispensa de licitação em contratos…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2012 JoomlaWorks Ltd.
Imprimir

MENTIRAS SINCERAS NOS INTERESSAM

No Terça, 21 Abril 2015 11:07.

Deputado Zé Silva é o mais novo candidato a sentar na pista do apadrinhamento da BR-135. Capaz que agora vai...

### Isso tudo acontecendo, enquanto Santiago faz pajelança pela ampliação dos limites da reserva Xakriabás

 

Zé Silva na estrada e Arlen em 'cerimônia mística' com os caciques Xakriabás: a temporada de caça aos votos já começou

O helicóptero Águia Prateada voltou a fazer sobrevoos no semiárido da microrregião de Januária nos últimos dias. A bordo, o dono da aeronave e deputado estadual Arlen Santiago (PTB), em companhia do aliado Zé Silva, do Solidariedade (federal). Sem muito a prometer nem oferecer, agora que os dois desceram à planície árida que a política reserva aos oposicionistas, a visita extemporânea dos despachantes, ops!, dos representantes do povo teve o motivo alegado de agradecer as votações que levaram do povo sertanejo em outubro do ano passado.

A cortesia veio um pouco tarde -- seis meses depois da votação --, mas sabe como é, antes tarde do que nunca. De resto, o que não foi dito, mas os cabos eleitorais que a dupla reuniu aqui e acolá já aprenderam na lida, é que, eleição passada é, como posso dizer..., coisa do passado. Políticos, seja qual for a placa partidária que penduram no peito, olham mesmo é para o futuro. Zé Silva e Arlen batem pernas [melhor seria dizer rodopiam hélices], na tentativa de ajudar seus candidatos a prefeito no pleito que se avizinha.

Em Manga, o pequeno convescote reuniu pouco mais de duas dúzias de almas na residência do ex-prefeito Quinquinha Oliveira (PTdoB). A palavra do anfitrião foi acompanhada com interesse quase religioso pelos ouvidos atentos de atuais vereadores e outros sem mandato, além de lideranças a granel da política local. Quinquinha realçou o que imagina ter sido o erro dos seus munícipes ao eleger o petista Anastácio Guedes na disputa pela última sucessão. Para o ex-prefeito, Manga caminha a passos rápido para ingrato e desmerido fim. Temos um sabastianismo a caminho, para resgatar o mumicípio da falta de talento do atual prefeito com os meandros da gestão. Ele pensa e age como candidato, mas não quer que a notícia se espalhe. A simples menção de que está no páreo já significaria gastos, que o empresário não quer assumir antes da hora.

De volta ao título, com o perdão dos meus 17 leitores pela digressão dessa volta atrás do morro, a curiosidade na visita dos parlamentares à região ficou mesmo com a as imagens do deputado Zé Silva no canteiro de obras da BR-135, ali entre Montalvânia e o povoado de Monte Rei. Aliados do político comemoraram a notícia de que Silva teria ‘garantido os recursos para a continuidade da obra’. O que Zé Silva parece ter feito foi acompanhar uma comitiva de seis vereadores de Montalvânia em visita ao Departamento Nacional de Infraestrutura em Transportes (DNIT).

Daí até dizer que ele ‘garantiu’ a continuidade da obra só mesmo com muita fé e mistificação. A pavimentação do trecho já tem recursos ‘garantidos’ desde que foi licitada em outubro do ano passado, inclusive contra as tesouradas do ministro da Fazenda Joaquim Levy – posto que o governo federal decidiu não cortar recursos de obras em andamento. Os vereadores devem saber disso, mas preferem espalhar a estória da Carochinha.

Depois de contar até com a rara visita de um ministro de Estado à região, no caso o titular dos Transportes Paulo Sérgio Passos, há duas Copas do Mundo, quando, em rasante pro Manga e Montalvânia, minutos antes seleção brasileira entrar em campo, assinou a ordem de serviço para de sua pavimentação, que ficou pelo meio do caminho, agora sabemos todos, a BR-135 ganha novo padrinho. Duas copas do Mundo e três eleições jogadas no acostamento do descaso e burocracia, quem sabe Zé Silva não ensina a turma do PT como é que se faz...

Pois todo dia, era dia de índio...

Imprimir

APAGÃO NA TRANSPARÊNCIA

No Segunda, 20 Abril 2015 06:46.

Cidades do Norte de Minas não cumprem legislação que obriga município a ter site oficial

Municípios do extremo Norte de Minas descumprem a chamada Lei de Acesso à Informação (LAI), que determina a obrigatoriedade da divulgação em sítios oficiais da rede mundial de computadores (internet) dos atos de gestão e a destinação dos recursos públicos. 

As cidades com população superior a 10 mil habitantes devem facilitar por todos os meios possíveis, um deles a página oficial na internet, o acesso aos assuntos de natureza pública. Promulgada pela presidente Dilma Roussef em março de 2012, a LAI não pegou. Nos pequenos municípios então, ela é simplesmente ignorada. Mesmo as administrações que ainda mantêm sites no ar, o fazem apenas como propaganda das ações do mandato, sem cumprir o espírito de que torna a publicidade dos atos dos gestores como preceito geral e o sigilo como exceção.

Aos exemplos. A página oficial do município de Manga está em manutenção há quase três meses, desde que o jornalista Fernando Abreu assumiu a coordenação da comunicação local. O mesmo acontece com Jaíba, onde uma curta mensagem na página em branco não explica o porquê nem quando o serviço será novamente oferecido à população. Mas Jaíba atravessa uma grave crise institucional neste mandato, com o impeachment do prefeito eleito Jimmy Murça (PCdoB) e o mais recente imbróglio, em que o novo mandatário e a Câmara Municipal trocam chumbo pesado com acusações mútuas e ameaça de cassação dos mandatos.   

Não há dados disponíveis sobre a audiência desses portais oficiais. Mas é impossível inferir que, como não são mesmo de grande utilidade para o cidadão de cada município, eles tem baixa demanda por acessos. Por isso, não fazem lá muita falta e não se vê nenhuma manifestação ou reclamação o fato de estarem fora do ar em flagrante descumprimento da lei.

Imprimir

MINAS: PREFEITO PETISTA É VÍTIMA DE ATENTADO

No Domingo, 19 Abril 2015 16:05.

Joel Lima recebeu quatro tiros quando deixava uma quermesse na noite do sábado

O mundo da política no norte-mineiro foi pego de surpresa neste domingo (19) com a notícia do atentado ao prefeito de Ibiracatu, o petista Joel Ferreira Lima, 49 anos. Joel foi vítima de emboscada, na noite do sábado, quando deixava um evento religioso na comunidade rural de Alforges, no interior do município. Joel teria sido abordado por um desconhecido quando já o carro já estava em movimento. Ao abrir o vidro da janela para atender ao chamado, o prefeito foi surpreendido com os disparos.

Segundo informação do blog do jornalista Oliveira Júnior, o prefeito petista teria sido atingido por três dos quatro tiros efetuados por dois homens que o abordaram em uma moto. Joel foi socorrido por familiares e levado para um hospital na vizinha cidade de Varzelândia. Os disparos atingiram o olho esquerdo do político, além do braço esquerdo e tórax. Transferido por uma equipe do Samu para Montes Claros, o prefeito corre risco de morte.

A Polícia Militar tenta descobrir quem teriam sido os autores dos disparos e não há, até aqui, indicação de que a tentativa de homicídio tenha motivação política. Quem conhece o prefeito, ficou surpreso com o episódio, porque ele é pessoa muito queria na região e avesso a confusões. Não há notícia de que ele tivesse recebido ameaças nos últimos dias.

Segundo mandato

Imprimir

SEGUE A DANÇA DAS CADEIRAS...

No Sábado, 18 Abril 2015 19:33.

Saruga é o novo procurador da Fazenda em Manga 

[Imagem extraída do perfil no Facebook]

O advogado Edilson da Silva Pinto, o Saruga, assumiu, há pouco mais de uma semana, o cargo de procurador da Fazenda Municipal em Manga. Saruga substitui a advogada Kelly Cristina Lacerda, de Montes Claros, que pediu demissão da função para evitar os constantes e cansativos deslocamentos entre as duas cidades. “Estou pronto para o desafio de contribuir para a defesa dos interesses do município”, disse Saruga ao site.

Esta é a segunda mudança na administração anunciada no intervalo de apenas uma semana (aqui). O ex-vereador Geovanni Pimenta vai assumir a Secretaria de Planejamento e Gestão em lugar de Diogo Moreira, que será remanejado para o gabinete do prefeito. Será criada ainda a Secretaria de Obras, desmembrada dos Transportes e ainda sem nome definido para assumir o cargo.


A advogada Kelly Cristina, que recebeu como última missão no cargo a incumbência de representar o município nas negociações para realização do concurso público unificado, previsto para acontecer até o final deste ano, ficou mais conhecida dos manguenses por ter apelidado iniciativa do prefeito Anastácio Guedes (PT), que, em setembro de 2013, equiparou os vencimentos da procuradora da Fazenda do município com os do procurador jurídico, o advogado Reginaldo Rodrigues Santos Júnior.

Na ocasião, os salários da então procuradora da Fazenda foi elevado de R$ 2,2 mil para R$ 3,7 mil. A então oposição ao prefeito na Câmara, que agora não existe mais, apelidou a inciativa de ‘Lei Kelly Cristina’.

Imprimir

UM RAIO DUAS VEZES, NO MESMO LUGAR?

No Sábado, 18 Abril 2015 13:22.

Um bom entendedor dos bastidores da política januarense avalia não ser totalmente improvável que o atual prefeito, Manoel Jorge (PT), consiga um segundo mandato nas eleições do ano que vem. Tudo isso a despeito da administração que melhorou, sem dúvidas, mas que ainda segue devagar quase parando e da débâcle do petismo – para não falar na frustração das muitas promessas de que, daqui para frente, com Dona Presidenta e Fernando Pimentel nos executivos do país e em Minas, seria diferente.

E de onde viriam as chances de Manoel Jorge? Do simples fato de que não há oposição visível no município. O ex-prefeito Maurílio Arruda, que antecedeu o petista é carta fora do baralho. O mesmo se pode falar do grupo que um dia foi liderado por João Lima (PSDB) e que derivou nos satélites Sílvio Aguiar (PMDB) e Josefino Lopes Viana (PP), defenestrados do cargo em seguidos escândalos que levaram a cidade ao status de piada pronta e total descrédito.

Manoel Jorge tem o mérito, até aqui, de ter estancado a onda de corrupção que dominou o município nos últimos anos, mas ainda está muito longe de ser o nome com potencial para entrar nos nais da história da política local. Sua eventual derrota nas urnas em 2016 poderia ter origem em fato novo na política no local. Da velha safra política do município, quem ainda tem algum poder de influenciar os rumos da vida política local é o ex-deputado Cleuber Carneiro, por conta do amplo domínio na mídia falada e televisionada. No mais, há rumores de que esse ou aquele empresário vai se apresentar como o salvador da pátria, mas, voto que é bom, os postulantes não têm.

Imprimir

STJ DECIDE POR MANTER ARRUDA 'SEGREGADO'

No Sábado, 18 Abril 2015 10:42.

Ex-prefeito segue em prisão preventiva domiciliar na sua casa em Montes Claros

O advogado e ex-prefeito de Januária, Maurílio Arruda (2009\2012) passou por novo revés no embate judicial que trava para se defender das acusações de improbidade durante a passagem pelo cargo. A quinta turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou, esta semana, recurso em habeas corpus apresentado por Arruda, que responde à acusação de crimes contra a administração pública e está em prisão preventiva domiciliar desde meados do ano passado.

Arruda e o então secretário municipal de Educação Alexandre Sá Rego, além de Fabiano Durães, empresário sócio em firma vencedora de licitação, são investigados, segundo nota publicada na sexta-feira (17) no sítio do STJ, na internet, por suposto envolvimento em 19 crimes. Além do delito de formação de quadrilha, a acusação cita oito fraudes à licitação e dez crimes de responsabilidade, os quais teriam causado prejuízo de cerca de R$ 580 mil à fazenda pública.

O ex-prefeito Arruda foi detido por algumas horas pela Polícia Federal pela primeira vez em setembro de 2013 – durante a operação Esopo. Posteriormente, em julho de 2014, ele voltou a ser preso durante a operação batizada de Exterminadores do Futuro, acusado de participação em desvios de verbas na educação. Arruda, que chegou a ficar detido no Presídio Nelson Hungria, em Contagem, por alguns dias, conseguiu progressão para o regime domiciliar pelo fato de ser advogado. Ainda em prisão domiciliar, o político disputou as eleições de 2014, quando concorreu sem sucesso a uma vaga na Assembleia Legislativa de Minas.

Intimidação de testemunha

Imprimir

MANGA TEM 100 VAGAS NO CONCURSO UNIFICADO

No Quinta, 16 Abril 2015 15:50.

Município descarta necessidade de novo plano de cargos e salários, o que agiliza processo

A demora da Prefeitura de Manga em encaminhar uma nova proposta de cargos e salários para apreciação dos vereadores tem uma explicação: o município chegou à conclusão de que não precisa modificar lei já existente que trata do assunto, aprovada ainda durante a gestão anterior. Os municípios tiveram prazo até o final de fevereiro para o encaminhamento e aprovação dos projetos de lei, autorizando o concurso público pelas câmaras municipais. Mas, no caso de Manga, o prefeito Anastácio Guedes (PT) vai precisar somente da autorização legislativa para lançar o edital com cerca de 100 novas vagas.

A valer esse entendimento, o município estaria praticamente apto a participar do concurso unificado proposto pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) para colocar ponto final nas contratações de servidores por indicação política. O ainda secretário de Administração do município, Diogo Moreira, disse ao site, no início deste ano, que o número de vagas oferecidas em avaliação preliminar chegaria aos 200 cargos. O edital conjunto deve ser publicado até o final do mês de maio.

Segundo a ex-procuradora da Fazenda do município Kelly Cristina de Moura Lacerda, que até a semana passada representava a Prefeitura nas negociações com o MP e a Universidade de Montes Claros (Unimontes), Manga já enviou toda a documentação necessária à participação no certame unificado. A Unimontes é a instituição responsável por subsidiar os projetos de lei relativos aos cargos a serem preenchidos e à definição dos respectivos vencimentos, além da aplicação das provas por meio da Comissão Técnica de Concursos (Cotec).

Há pouco mais de um ano, o Ministério Público firmou termo de ajuste de conduta (TAC) com cerca de 70 prefeitos do Norte de Minas, que se comprometiam a participar da concertação que colocaria fim velho hábito do apadrinhamento político na contratação de servidores temporários para preencher as necessidades por aumento de quadro. O acordo contou com a participação, além da Unimontes, da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams) e a Associação dos Municípios do Médio São Francisco (Ammesf), com o respaldo do Ministério Público do Trabalho (MPT) e do Tribunal de Contas de Minas Gerais.

Fim dos contratos temporários

Imprimir

O LIXO DO LUXO

No Quarta, 15 Abril 2015 10:33.

Cobrança abusiva da taxa do lixo dá munição a Souto em Montes Claros

O ex-deputado federal Humberto Souto (PPS) vai jogar lenha na fogueira do aumento na cobrança da taxa do lixo em Montes Claros, instituída no ano passado pelo prefeito Ruy Muniz (PRB). Souto vai entrar ao vivo, na manhã desta quinta-feira, em duas emissoras de rádio que controla na cidade. 

Nos microfones das rádios FM Transamérica e no AM Educadora, o ex-ministro do Tribunal de Contas da União vai apontar sua borduna retórica, que inclui ainda forte discurso em favor da ética na vida pública, contra a tentativa do prefeito Muniz em manter os altos valores cobrados para recorrer o lixo na cidade.

Na planície dos sem cargos, desde que foi derrotado em tentativa de voltar ao Congresso Nacional no ano assado, o ex-deputado mira o cargo agora ocupado por Muniz e tenta se posicionar perante os olhos da população como alternativa ao atual prefeito. No rádio, Humberto Souto vai bater no argumento de que, apesar da cobrança abusiva, a coleta do lixo não registrou melhorias desde que a taxa foi majorada.

A Câmara Municipal de Montes Claros tenta derrubar a cobrança das taxas, mas o prefeito conseguiu, até aqui, evitar que o assunto vá a plenário. A bancada governista na Casa tem negado quórum para a votação de projeto que propõe tornar sem efeito o reajuste da taxa de recolhimento de lixo. O assunto mobiliza a população local, mas só deve retornar ao Plenário daqui a duas semanas, por conta do feriado nacional do Dia de Tiradentes, na próxima terça-feira.

Imprimir

AVE, CÉSAR!

No Terça, 14 Abril 2015 18:40.

O presidente da Associação dos Municípios Mineiros da Área da Sudene (Amams) e prefeito de Capitão Enéas, César Emílio Lopes (PT), distribuiu mensagem aos jornalistas da região, há coisa de uma semana, em homenagem pela passagem do dia desses profissionais. Até aí tudo bem, as notas de congratulações vieram de todo os lados. No caso de César, a diferença é que ele parecia homenagear a si mesmo com a iniciativa, já que ilustrou a peça com uma imagem em que aparece rodeado por meia dúzia de jornalistas, por ocasião da sua posse na Amams.

César Emílio tenta pavimentar o caminho para a Assembleia Legislativa de Minas, por isso não perde oportunidade para ser a ‘pauta’. Na mensagem, o laborioso prefeito de Capitão Enéas disse a Associação dos prefeitos é “grande e respeitada junto aos governos estadual e federal, porque conta com a participação dos jornalistas que ajudam na divulgação das lutas e conquistas em favor da população norte-mineira”. É, pois é.

Imprimir

UNIMONTES ACABA COM ACESSO VIA VESTIBULAR

No Segunda, 13 Abril 2015 14:33.

Universidade planeja aderir ao Sisu a partir do primeiro semestre de 2016

[DA AGÊNCIA UNIMONTES] - A Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) vai aderir ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação (MEC), para o ingresso aos seus cursos de graduação. A proposta de adesão está prevista para entrar em vigor a partir do primeiro semestre de 2016. Um grupo de trabalho foi constituído com o objetivo de agilizar a implantação no âmbito da universidade.

Instituído por intermédio de portaria assinada pelo reitor João dos Reis Canela, o grupo de trabalho é formado por professores da universidade, sendo presidido pela pró-reitora adjunta de Ensino, Francely Aparecida dos Santos. A professora explica que, conforme estabelecido em portaria, o grupo de trabalho vai atuar junto à comunidade acadêmica, acolhendo propostas e sugestões das diretorias de centros, departamentos e colegiados de coordenação didática para a efetivação da adesão ao sistema de seleção unificada do MEC. Um dos itens que será avaliado é o número de vagas disponibilizadas.