logo 20182

JANUÁRIA SEGURA AVANÇO DA COVID

Ligado .

Casos de contaminação registrados em festa rural ficam estáveis após período de isolamento recomendado pelas autoridades de saúde

Força-tarefa em autação durante visita á comunicade de Angicos (Imagem: divulgação SMS/Januária)

Passadas mais de duas semanas da descoberta de que uma comemoração de aniversário na comunidade de Angicos, distante a 100 quilômetros da sede, teria sido o foco de contaminação de algumas pessoas pelo coronavírus, a Prefeitura de Januária avalia que conseguiu bloquear o avanço da doença no município.

Januária ainda mantém os mesmos 10 casos confirmados para a doença que registrava no final do mês de maio. O período mínimo de segurança e isolamento dos pacientes infectados sugerido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 14 dias, o que indica que a contaminação não se espalhou.

Um dos municípios com a maior extensão territoral em Minas Gerais, Januária parece ter conseguido limitar o foco da contaminação pela covid-19 à área rural. Dos 10 confirmados após o surto provocado pela festa, oito já estão curados e os outros dois seguem em monitoramento - um deles em internação hospitalar.

FORÇA-TAREFA

Esse dado é importante, porque sinaliza que as medidas de contenção do avanço da covid-19 surtiram os efeitos pretendidos de evitar uma explosão de contaminação local.

Na ocasião, o município enviou uma força-tarefa ao povoado de Angico e entorno para fazer a testagem rápida das pessoas que participaram da festa, além de orientar as famílias sobre a necessidade de isolamento preventivo.

Januária tem agora 291 casos notificados como suspeitos para a doença. Desse total, 173 foram descartados e outros 81 pacientes são acompanhados por equipes técnicas de saúde em isolamento domiciliar.

 Leia também:

JANUÁRIA EM ALERTA POR COVID

 

 

Adicionar comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar