logo 20182

O ELEITOR, ESSE SUMIDO

Ligado .

Fechadas as urnas, baixo comparecimento deve se confirmar em razão da pandemia e desestímulo do eleitor
Imagem: Isaías NascimentoMovimentação do eleitor na manhã deste domingo em frente à Escola Municipal Padre Ricardo Trischeler em Manga: votação tranquila

O ministro Luís Roberto Barroso, presidente Tribunal Superior Eleitoral (TSE), avaliou agora há pouco que o clima nas eleições municipais foi “tranquilo demais”, em referência à possibilidade do baixo comparecimento do eleitor em razão da pandemia.

Com a votação concluída, Manga, no extremo Norte de Minas, é um exemplo de que a expectativa deve se confirmar. Fontes do site no município indicaram que as eleições transcorreram de forma tranquila, com uma outra escaramuça aqui e acolá, mas que a nota do dia, e que deve ser a marca desta eleição, foi mesmo o baixo comparecimento do eleitor.

ABSTENÇÃO

A estimativa é que apenas 70% dos eleitores aptos ao voto efetivamente tenham comparecido às seções eleitorais. Se essa informação se confirmar, o total de votos válidos em Manga não deve chegar aos 10 mil - o que praticamente inviabiliza votações superiores a quatro mil sufrágios para um único candidato como se chegou a cogitar.

O município tem pouco mais de 12 mil votantes e histórico de forte abstenção. No segundo turno das eleições presidenciais de 2018, por exemplo, os votos válidos ficaram em apenas 9,2 mil.

A eleição municipal tem maior poder de arregimentação, porque fala de temas que interessam mais diretamente à vida do eleitor, mas, tudo indica, os candidatos não conseguiram empolgar o eleitorado - apesar do forte engajamento por parte dos seis candidatos na corrida eleitoral nesta reta final da campanha.  

Adicionar comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar