logo 20182

TSE DÁ VITÓRIA A ANASTÁCIO

Ligado .

Com 72% dos votos apurados, petista coloca 700 votos de frente em relação ao prefeito Quinquinhas e liquida fatura em Manga

Anastácio e a candidata a vice Cassília Rodrigues: petista devolve derrota de quatro anos contra prefeito Quinquinhas

As apurações das eleições municipais no Brasil estão atrasadas, supostamente por ataque hacker - no que já está sendo considerado um movimento da extrema direita - com vínculos internacionais - para facilitar a radicalização do bolsonarismo daqui a dois anos.

Seja como for, o aplicativo do Tribunal Superior Eleitoral acaba de ser atualizado e coloca o petista Anastácio Guedes praticamente eleito em Manga, com 38,16% dos votos válidos - números bem próximos aos da pesquisa realizada pelo Instituto Veredas, há quase três semanas, e duramente contestada pelos adversários.

Em segundo lugar aparece o atual prefeito Quinquinhas de Quincas de Otílio, o Joaquim do Posto (PSD), com 30,16% dos votos apurados. Carlito Oliveira, o Carlitão (PSL), a novidade na atual temporada eleitoral no município, aparece com 25,28% dos votos válidos.

Anastácio tem, por essa prévia, 699 votos de frente em relação a Quinquinhas e a expectativa é de que a diferença se aproxime dos 1000 votos até o final da apuração.

DUPLA DERROTA DE QUINQUINHAS

Mais atrás estão o atual vice-prefeito Luís do Foguete (PDT) com 5,19% dos votos válidos, Professor Isaías Nascimento (Rede), com 0,81%, e Adailton Silva, o Adailton Locutor (Patriota), com 0,40% dos votos contabilizados.

Com esses números, fica praticamente impossível para o prefeito Quinquinhas reverter o resultado. Há quatro anos, nessa mesma altura da noite, Quinquinha comemorava uma vitória maiúscula contra Anastácio e o PT.

Sua péssima atuação no cargo custou a reeleição. Quinquinhas amarga dupla derrota: perdeu a reeleição e perdeu para o petismo do deputado federal Paulo Guedes e Anastácio, a quem se dedicou a demonizar e perseguir judicialmente ao longo dos últimos quatro anos.  

Adicionar comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar