logo 20182

VIANA DESCRENTE COM GOVERNO

Ligado .

Senador bolsonarista admite dificuldades em levantar recursos para o asfalto da BR-135 entre Manga e Itacarambi

Viana ao lado de Bolsonaro: alinhamento com o governo tem rendido pouco para Minas

O senador bolsonarista Carlos Viana (PSD) abriu o coração para um grupo de prefeitos durante a visita do governador Romeu Zema (Novo) ao Norte de Minas na semana passada. A viagem foi secundada por um magote de deputados federais e estaduais com votação na região - além de paraquedistas em profusão. 

Um dos temas que apareceram nos bastidores da visita Zema à região foi a pavimentação da BR-135 entre Manga e Itacarambi. À boca miúda, o senador Carlos Viana admitiu sua descrença com a liberação dos recursos para a realização do asfalto da BR-135. A fala foi durante um almoço da comitiva do governador na pousada Peixe-Vivo, durante bate-papo informal com um grupo de prefeitos e deputados.

Viana engrossou o coro das lideranças regionais que apelaram ao governador Zema para que faça a inclusão do asfalto entre as duas cidades no Termo de Medidas de Reparação firmado com a Vale no início deste ano.

No oficial, ou no 'on', como se diz no jornalismo, o discurso do senador é outro: ele faz a profissão de fé de que o asfalto vai sair com o dinheiro federal. Na dúvida, melhor colocar um pé também na canoa do governo estadual - onde há garantia de recursos. Na pousada Peixe-Vivo, no entanto, ele queixou-se de a reivindicação em espeífico do seu grupo político para a BR-135 tem sido empurrada pela barriga pelo ministro Tarcísio.  

DINHEIRO EM CAIXA 

Zema é um dos poucos mandatários estaduais com dinheiro em caixa para gastar nessa temporada que antecede as eleições de 2022. O Estado dispõe de R$ 37 bilhões do acordo assinado com a mineradora Vale no início deste ano, após decisão judicial que determinou a indenização pelos estragos causados pelo rompimento das barragens de Mariana e Brumadinho.

De volta à BR-135, o asfalto da rodovia ficou de fora do plano estadual depois da desastrada intervenção do deputado estadual Arlen Santiago, o Carequinha (PTB), que quebrou lanças para aprovar projeto na Assembleia Legislativa de Minas que devolveu a gestão da estrada para o (des)governo Bolsonaro no final do ano passado.

Qual é o problema agora? Minas tem dinheiro sobrando, mas a União não conta com recursos nem vontade de investir em uma região com poucos votos a oferecer ao projeto reeleitoral bolsonarismo. 

A LAMBANÇA DE ARLEN 

A federalização na hora errada proposta por Arlen Santiago, o Carequinha, ainda depende da burocracia do governo Bolsonaro para sair do papel. Os políticos agora querem tornar sem efeito o projeto sem pé nem cabeça do deputado Arlen e voltar a devolver a BR-135 para a gestão do governo Zema.

O governador não respondeu ainda se concorda em tornar nula a lambança que Arlen produziu ao trazer o mando da BR-135 para Brasília - onde o país já percebeu que não há governo, apenas um presidente dedicado 100% do seu tempo a produzir bobagens e fazer campanha para o segundo mandato.    

A congregação do Centrão que Arlen Santiago integra inclui, além do senador Viana, o deputado federal Antonio Pinheiro Neto, o Pinheirinho (PP). Essa turma tomou para si o asfalto da BR-135 entre Manga e Itacarambi há pelo menos cinco anos (exceto Viana, que ainda não tinha mandato). Até agora, asfalto que é bom nada. 

Mentiras sinceras?: muitas reuniões do centrão mineiro com o ministro Tarcísio, mas asfalto da BR-135 não sai mesmo apos 2,5 de governo 

Ao longo do tempo, foram reuniões e mais reuniões aqui em Brasília com o ministro Tarcísio Freitas (Infraestrutura). O início da pavimentação já foi anunciados trocentas vezes, mas nafa acontece. 

O que há - de fato - são R$ 500 mil reais vindos de demandas de deputados federais. A obra custa pelo menos R$ 120 milhões. Tudo faz parecer que o Centrão mineiro, por enquanto, ainda não faz parte daquilo que o site 'O Antagonista' tem chamado de a ‘tropa do cheque’ do governo no turno.      

PONTE PARA O CENTRO-OESTE 

Zema, que já está em campanha pela reeleição, foi anunciar o Plano Integrado de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas, com recursos previstos da ordem de R$ 1,04 bilhão em obras e  ações do governo no semiárido mineiro. 

Entre as obras lançadas pelo governador está a construção da ponte sob o Velho Chico entre as cidades de  São Francisco e Pintópolis, iniciativa que vai deixar o Centro-Oeste mais acessível aos norte-mineiros. 

Durante a visita, Zema anunciou ainda a recuperação da MG-401, entre Matias Cardoso até o início do perímetro urbano de Janaúba, além da revitalização da LMG-633, no entroncamento da MG-401 e Mocambinho. A previsão de início das duas obras é novembro de 2021. 

Os trechos foram construídos durante o governo Itamar Franco em Minas, numa parceria com um banco japonês, mas a baixa qualidade do asfalto inferniza a vida dos usuáiros há quase duas décadas. 

LEIA TAMBÉM:
A LAMBANÇA DE ARLEN NA BR-135
Ao devolver gestão da rodovia para União, deputado impede inclusão do trecho Manga-Itacarambi nas obras do acordo Zema-Vale

Comentários  
0 # Luciano Marcos 21-06-2021 18:54
Oi Luiz Cláudio, obrigado por manter-nos informados da região. Apenas uma correção nos valores. O acordo total é de 37,7 bilhões, porém os recursos para o Governo do Estado é de 11 bilhões para investimentos. Deste valor grande parte o governo Zema quer estimar para o rodoanel na região metropolitana de Belo Horizonte.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Roberto 21-06-2021 21:21
Os deputados Paulo Guedes e Virgílio Guimarães sempre lutaram pelo desenvolvimento da região, inclusive pela realização dessa obra compreendida pelo trecho entre Itacarambi e Manga. Paraquedistas e oportunistas é mato...Lambança e mais lambança desses marinheiros de primeira viagem, pensando que focinho de porco é tomada!!!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Juliana 21-06-2021 21:33
Muito esclarecedora sua matéria, Luis Claudio. Acompanho, atraves do seu blog, todo o historico dessa estrada. Na verdade, é um embrolio muito grande. Mas nunca vi uma atitude tao despropositada qto essa dos Deputados Arlen e Pinheirinho, que divulgaram aos quatros essa transferencia da obra da 135 pro govrno federal como se fosse uma vantagem. E na verdade foi o maior " tiro no pé ". Inviabilizaram completamente a obra da rodovia, no momento em que o governo de Minas tinha reais condicoes de executa-la. Importante salientar, que o Deputado Carlos Viana, hoje arrependido, participou dessa infeliz manobra. Lamentável !
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Adao Aguiar 21-06-2021 21:42
A saída é a proposta do Dep Paulo Guedes,
Incluir no acordo da Vale trecho da 135
Entre manga e Itacarambi.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Iara Santos Cordeiro 21-06-2021 22:04
O Deputado Paulo Guedes tem lutado com afinco por essa obra. Agora, com dinheiro em caixa é a hora do governo de Minas priorizar ações que beneficiem o povo norte Mineiro. Vamos à luta!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Rosangela 21-06-2021 22:46
A única coisa que esse Arlen e sua trupe faz é atrapalhar. O povo da nossa região já não aguenta mais ouvir o nome deles. Quero ver o que vai p frente com esse trecho na mão do governo federal, como ele propôs. Tá difícil, viu? Enquanto isso, sofremos as mazelas... V
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Andréia Quadros 22-06-2021 06:29
É preciso que a BR 135 entre no acordo da Vale para que finalmente saia da papel. O deputado Paulo Guedes já fez a proposta ao Governador Zema
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Remington Diamantino 22-06-2021 07:47
A LAMBANÇA DE ARLEN SANTIAGO, enquanto temos um Deputado Federal Paulo Guedes, filho da região, barranqueiro, pessoa simples, que sempre lutou pelo desenvolvimento de nossa região, seja na esfera estadual ou federal, está lá o famoso Leão do Norte em nossa defesa. Falo isso porque tive oportunidade de conhece-lo melhor, quando Paulo Guedes, através dos Governos Lula e Dilma, brigou pela continuidade de extensão do asfalto da BR 135 ligando Itacarambí a Cocos. Devido os percalços burocráticos, houve descoberta de um Cemitério em Rancharia numa área indígena Xacriabá, além desse etnia impor pela não passagem da Rodovia em suas terras. Mesmo assim, Por mérito, Deputado Paulo Guedes, conseguiu realizar o sonho do Povo de Manga, Montalvânia até Cocos na Bahia, na conclusão e bem feito do Asfalto da BR 135. Esse Arlen Santiago, além de sempre ficar atrapalhando o desenvolvimento do Norte Minas, é futriqueiro, sendo seu papel, como diz o autor dessa matéria A "LAMBANÇA DE ARLEN". Sempre por cima, esbanjando riqueza com seu Helicóptero. não queremos isso não Deputado Arlen, queremos é força e dedicação, como fez o Deputado Paulo Guedes, no encontro com Zema em São Francisco. Forte Abraço, Luiz Cláudio, salvo equivoco, a Rodovia que se refere no texto (Matias/Jaiba/Janaúba) é BR122, batizada como Oswaldo L. Bandeira.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Isabela 22-06-2021 09:33
Arlen estava ciente da situação e, ainda assim, preferiu trabalhar contra a população da região que o elegeu. Agora, o deputado federal Paulo Guedes foi quem ficou correndo atrás pra corrigir a "lambança" do estadual: tentou incluir a BR-135 na LOA deste ano, fez vários pronunciamentos pendindo uma posição do estado e chegou a falar sobre o assunto com governador Zema pessoalmente para tentar corrigir este erro.
É por isso que devemos sempre observar quem realmente luta pelo povo do norte de Minas.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # TEANYNNE LOPES 22-06-2021 09:47
o início da pavimentação da BR - 135 entre Manga e Itacarambi já foi anunciado várias vezes, bem como diversas reuniões em Brasília foram divulgadas, reuniões essas com a pauta em questão. No entanto, nada aconteceu até agora. Esse grupinho político acha que o recurso para tal pavimentação será via esfera federal, ou melhor, há dúvida... Viana já está com o pé atrás, por exemplo. Com este (des) governo não sairá recurso algum, sabemos disso. Indo para a esfera estadual, há dinheiro em caixa devido ao acordo firmado com a mineradora Vale. Porém, a lambança foi feita no meio de campo e complicou. A referida obra é muito importante, assim, tudo o que diz respeito a ela deve ser conduzido com responsabilidade, pois o povo merece. Os deputados Paulo Guedes e Virgílio Guimarães nos representam muito bem nesta luta específica e, em tantas outras.
Responder | Responder com citação | Citar
Adicionar comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar