logo 20182

O CHILIQUE DE ARLEN

Ligado .

Em vídeo-piti, Arlen reclama de intervenção de adversário junto a ministro sobre retomada do asfalto entre Manga-Itacarambi 

 
Santiago esbraveja, gesticula, esquece frases e comete gafes uma atrás da outra por uma obra que seu grupo político não consegue tirar do papel há seis anos

O deputado estadual Arlen Santiago (PTB) gravou vídeo para rebater a conversa sobre a retomada da pavimentação da BR-135 entre Manga e Itacarambi que o deputado federal Paulo Guedes (PT), seu arqui-inimigo político na microrregião do extremo Norte de Minas, teve com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

A conversa virtual entre Guedes e o ministro Tarcísio se deu durante a audiência pública da Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados (CBT), na terça-feira (14), quando o deputado mineiro perguntou a Freitas sobre eventual previsão para a retomada do asfalto da BR-135 no Norte de Minas, no sub-trecho entre Manga e Itacarambi.

Arlen não gostou. Com semblante fechado, dedo em riste e voz cavernosa, o deputado ataca Guedes e o petismo. Sobrou até para o ex-presidente Michel Temer, de quem o próprio deputado e seu grupo tentou se aliar durante breve passagem pela Presidência.

O vídeo foi enviado para grupos de Whatsapp formado por seus eleitores nas cidades de Manga, São João das Missões, Itacarambi e Januária. Nelo, o deputado aparece visivelmente nervoso, chega até mesmo a caguejar e ter lapsos de memória em alguns momentos.

O cangolé do deputado Arlen não razão de ser. A verba para a BR-135 anunciada pelo ministro Tarcísio durante a live com Paulo Guedes é de apenas R$ 20 milhões, uns trocados que mal conseguem pagar as custas de elaboração de novo projeto executivo para a obra de engenharia da estrada.

Recomenda-se ao médido Arlen Santiago a se auto-receitar uma maracujina antes de responder a seus desafetos políticos. A reação com o fígado é má companheira. Muito perto de uma síncope, Santiago acusa o deputado Guedes e o petismo de ter negligenciado a construção da obra da estrada nos 16 anos que estiveram no mando federal.

"Pimentel [ex-governador de Minas] não quis fazer essa estrada, Lula e Dilma não quiseram fazer, nem Temer quis fazer. Agora ouvem falar, Óh, parece que o Alexandre Silva [senador], o Pinheirinho [deputado], junto com o Arlen Santiago estão buscando recursos para fazer. Ô gente, que é isso! Vão trazer obras? Não veio em 16 anos de governo do PT e agora, no primeiro ano do mandato do Bolsonaro vai fazer obra para algum deputado do PT? Vai fazer pro povo", berrou Santiago, quase em apoplexia.

Arlen conseguiu cometer uma série de gafes no curto intervalo de 1:25" em que durou a mensagem. Mais um pouco e o deputado Arlen vai proibir o ministro aliado de falar com a oposição. No universo ideológico do bolsonarista, a BR-135 agora tem dono e não pode ser objeto de reinvidicação da oposição - que ele corteja, quando a conveniência fala mais alto, como mostra a imagem abaixo.


Arlen Santiago, ao microfone, em reunião com diretório do PT em Matias Cardoso na pré-campanha municipal de 2020

Próximo de um ataque de nervos, o deputado Santiago esqueceu frases, insinuou que Paulo Guedes corre atrás de eventos em que o ministro da Infraestrutura participa, quando, na verdade, Tarcísio participava de audiência na CBT, comissão legislativa da Câmara Federal da qual o deputado mineiro é membro efetivo.

DERRETIMENTO

De tão nervoso que estava, Arlen esqueceu que o aliado Bolsonaro caminha para o úlitmo ano de mandato e não mais o primeiro. Não só: Arlen e seus cupinchas estão há seis anos, desde que o petismo foi apeado do poder com o impeachment de Dilma Rousseff, desesperados em busca de verba para a retomada do asfalto. Nunca conseguiram nada.

O desespero do carequinha tem razão de ser: com a aproximação das eleições e o derretimento do bolsonarismo, que ele adotou como razão de viver após o seu amigão e agora cádaver político Aécio Neves cair em desgraça, vai ficando cada vez mais evidente que asfalto que é bom sua patota não vai levar aos moradores de Manga, Itacarambi e Missões.

No máximo, vai acontecer uma assinatura de licitação meia-boca para - mais uma vez - enganar os convertidos às suas velhas mentiras.

Os moradores desses três municípios exerceriam melhor seu sagarado direito ao voto se despachassem gente como Arlen Santiago, que há 30 e anos vive às custas do povo mineiro, e seus aliados para o ostracismo político de qual nunca deveriam ter saído.

Arlen talvez não tenha gostado da frase em que o ministro Tarcísio chama Guedes de 'nosso deputado' e em que reconhece sua insistência em cobrar o retorno das obras do asfalto. Ciúme de um quase septuagenário é trem danado. Termina em chilique.

'PAI' DO ASFALTO

A memória do deputado Santiago não anda lá muito boa, porque embaçada pela má ideologia da extrema direita. Por isso vale lembrá-lo que o asfalto que há na BR-135 em Minas e na Bahia foi concluído mesmo da época dos governos petista e depois no mandato tampão do Michel Temer, quando um pequeno trecho entre Manga e Montalvânia foi concluído após a empresa que ganhou a licitação abandonar o canteiro de obras. 

Tudo o mais constante, essa estrada não vai sair no governo Bolsonaro, que quebrou o país e, para pioar, entregou a gestão federal para o centrão ao qual Arlen se inscreve com a filiação ao PTB de Roberto Jefferson, aquele que cumpre cadeia por atentado à Constituição.

Na condição de 'pai' do asfalto a que se arvorou, Arlen se angustia, porque tem o governo, mas sabe que não manda nada - aliás, como seria mais do que previsível, nos limites do cargo que ocupa.      

||||||||||||||||||||||||||||||||| 

LEIA TAMBÉM:

TARCÍSIO PREVÊ R$ 20 MI PARA BR-135 

VIANA DESCRENTE COM GOVERNO
Senador bolsonarista admite dificuldades em levantar recursos para o asfalto da BR-135 entre Manga e Itacarambi

A LAMBANÇA DE ARLEN NA BR-135
Ao devolver gestão da rodovia para União, deputado impede inclusão do trecho Manga-Itacarambi nas obras do acordo Zema-Vale

- QUEM GOSTA DE PROMESSA É SANTO
Com proximidade das eleições, Arlen Santiago se lembra da urgência da federalização da BR-135. Mas só agora?

- BR-135: NOVO REVÉS PARA QUINQUINHAS/ARLEN

- ENGANA QUE EU VOTO: MIRAGEM NA BR-135

QUINQUINHA E ARLEN ATOLADOS NA BR-135  

|||||||||||||||||||||||||||||||||

Adicionar comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar