logo 20182

MANGA: VACINA SUSPENSA PARA SUB-17

Ligado .


A Prefeitura de Manga foi rápida em aderir à recomendação do Ministério da Saúde (leia-e Jair Bolsonaro) via nota informativa N1/2021, aquela que suspendeu, na quinta-feira (16/9), a vacinação contra a Sars-Cov-2 para adolescentes entre 12 a 17 anos sem comorbidades. 

A decisão do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, foi unilateral e pegou todo o sistema de saúde do país de surpresa. O ministro, tudo indica, agiu por pressão do presidente Bolsonaro - em nova frente de polêmica para retirar a atenção do país para os novos escândalos que estouraram nos últimos dias contra seu governo - sem falar na crise econômica que joga milhões de brasileiros na fome e miséria.

Várias secretarias de saúde do país decidiram na sexta-feira não seguir a recomendação ministerial, que vai contra as orientações de especialistas e da própria Organização Mundial da Saúde (OMS). 

VACINÔMETRO

O site tentou entrar em contato com a vice-prefeita e secretária de Saúde de Manga, Cassília Rodrigues, para saber se o município vai revogar a decisão e retomar a vacinação dos jovens e adolescentes, mas não conseguiu contato nem obteve retorno.

Manga também deve retomar a vacinação, já que a Secretaria Estadual de Saúde já anunciou a decisão de que vai ignorar a recomendação ministerial após a Anvisa se posicionar contra a suspensão.

Segundo os últimos dados disponíveis, Manga já aplicou doses da vacina contra o coronavírus em número superior à própria população (estimada em 18.051 habitantes). Até aqui, o município recebeu 22.470 doses do imunizante e já distribuiu 19.204 doses, somadas a primeira e a segunda etapas, além das doses únicas.

O vacinômetro da secretária Cassília não informa quantos adolescentes na faixa entre 12 e 17 anos foram imunizados até a ordem para a suspensão da aplicação das doses da vacina. Concluiram o ciclo vacinal com a aplicação da primeira e segunda doses até agora 6.913 pessoas ou 38% da população total. 

Adicionar comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar