logo 20182

BR:135: OUTRA ELEIÇÃO E ENGANAÇÃO

Ligado .

Asfalto entre Manga e Itacarambi não avança, mesmo após ordem de serviço que não garantiu recursos
Imagem; Maria Fernana Senna/ DivulgaçãoEncenação: Ministro Sampaio durante visita a Montes Claros, quando reuniu bolsonaristas para anúncio da ordem de serviço do asfalto entre Manga e Itacarambi

Um mês após a passagem relâmpago do ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, por Montes Claros para a mise en scène da assinatura da ordem de serviço do asfalto da BR-135 entre Manga e Itacarambi, no extremo Norte de Minas, tudo continua na mesma.

Sampaio subiu no palanque com a nata do neo-bolsonarismo norte-mineiro para dar a boa notícia de que o trecho de 48 quilômetros entre as duas cidades serai - finalmente - pavimentado.

Um evento meramente eleitoreiro. Velhos conhecidos de muitas promessas e mentiras - como o deputado estadual Arlen Santiago (Avante), o novo baby-sitter do asfalto entre as duas cidades - deram as caras no evento na tentativa de faturar com uma obra que não existe.

O senador e pré-candidato sem votos ao governo de Minas Carlos Viana (PL) também pegou carona no anúncio, além de figuras já gastas na cena política local, casos do deputado federal Antonio Pinheiro (PP) e do deputado estadual Carlos Pimenta. Pimenta, por sinal, é do PDT de Ciro Gomes, mas tem alma e vocação de direita desde sempre.

DESCRÉDITO

Estava à vontade entre pares. Carlos Viana, que Bolsonaro usa para chantagear o governador Romeu Zema (Novo) por apoio em Minas, levou a tiracolo o filho e candidato a deputado federal Samuel Viana. Todos sedentos por uma lasquinha dos votos do eleitorado dessa que é uma região mais pobres do Estado. 

Como não poderia ser diferente, a notícia de que o Consórcio BR-135, arranjo entre um quarteto de empresas desconhecidas, foi o vencedor da licitação para tocar a rodovia federal ao custo de R$ 237,7 milhões não empolgou ninguém - exceto as vivandeiras de sempre do bolsonarismo regional.

Muito pelo contrário: o anúncio de Sampaio foi recebido com o mais total descrédito e desânimo. Por muitas razões, a principal delas porque até o cascalho que inferniza a vida dos motoristas que passam pela BR-135 sabe: o governo Bolsonaro não tem entregas e só faz jogo de cena ao autorizar a pavimentação da rodovia.

NOVOS PROMITENTES

“Mudaram somente os promitentes de uma obra que nunca sai”, diz o advogado manguense Maurício Magalhães, coordenador do movimento civil BR-135-Asfalto sem promessas.

Autorizar uma obra de R$ 237 milhões com apenas R$ 30 milhões no orçamento, e ainda assim de emendas parlamentares, é sinal claro de que o anúncio foi, mais uma vez, eleitoreiro, avalia o advogado e líder do BR-135-Sem promessas.

Velhas mentiras dos novos promitentes da BR-135: senador Carlos Viana e seu filho Samuel com Arlen Santiago, Pinheiro Neto, além da prefeita de Itacarambi, Nívea Maria, e os sem-mandato Quinquinhas (Manga) e Zé Nunes (Missões)    

Trata-se, tudo indica, apenas de movimento para conter os chiliques de gente como Arlen Santiago e sua trupe de parceiros e apoiadores, que garantiram incontáveis vezes que Bolsonaro levaria o asfalto aos norte-mineiros e estavam para arrancar os cabelos ante a iminente confirmação de que nada aconteceria até o dia das eleições.

SEM RECURSOS

“Com a escolha de uma empresa responsável, finalmente será dado andamento ao projeto. Agora, é essencial que tenhamos a garantia de recursos e a certeza de que a obra será executada”, cacarejou o novo promissário Arlen em matéria simpática numa dessas folhas parceiras.

O deputado faz uma espécie de hedge para quando ficar claro que tudo não passa de mais uma mentira e enganação. Sim, é preciso garantir os recursos que faltam, ou seja, quase todo. Mas quem vai garantir os R$ 200 milhões que faltam?

O governo Bolsonaro? Justo ele que abdicou do projeto de infraestrutura para o país quando passou para o centrão o comando do orçamento federal rotagonizar os escândalos que, semana sim e outra também, explodem no noticiário? Não parece factível.

QUEM SABE NA PRÓXIMA

O que fica claro como a luz do sol é que o eleitor-promissário do extremo norte-mineiro é novamente convocado para fazer o papel de trouxa. Sob uma vaga promessa dos ‘homens de bem’ de que agora o asfalto sai, o povo sofrido da regiçao é convidado a votar nessa gente que jogou o país na mais grave crise de fome e miséria da sua história, por incompetência, preguiça e apelo fácil às ideologias falsas.

São poucas as chances de que a pavimentação da BR-135 entre Manga e Itacarambi avance daqui até as eleições. Daqui até setembro, devem aparecer um canteiro de obras fake na beira da estrada e dois tratores revirando o nada. Asfalto, que é bom, vai ficando para depois, quem sabe na próxima eleição.

O crédulo pode argumentar: mas agora tem uma autorização para a obra. É um avanço, claro. Mas a ordem de serviço sem dinheiro na conta vale muito pouco - fato que até o mais bolsonarista do eleitor da região está careca de saber. Anunciar obra de asfalto às vésperas das eleições é estratégia batida e sujeita à enganação. Melhor não pagar pra ver.

|||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||
LEIA TAMBÉM:
||SEM PROMESSA' PROTESTA NA BR-135

Bloqueio da estrada federal para reivindicar asfalto poupa Bolsonaro e aliados. Bronca sobra para petista

||-- ARLEN SAIU DE FININHO DA BR-135                   
Autonomeado ‘padrinho’ do asfalto entre Manga/Itacarambi, há dois meses parlamentar não toca no assunto

||-- CHUVA MELA ‘BR-135 SEM PROMESSAS’
Protesto contra demora na pavimentação entre Manga e Itacarambi não consegue sair da internet para a lama da estrada

||QUEM GOSTA DE PROMESSA É SANTO - 3
Movimento de usuários faz adesivaço pela aprovação de verba para asfalto na BR-135 entre Manga/Itacarambi 

||DEU RUIM PRA ARLEN E SEUS BLUE CAPS
Fracassa licitação para asfalto da BR-135 entre Manga e Itacarambi, a aposta eleitoreira do bolsonarismo no extremo norte-mineiro 

||MESMO SEM VERBA, ESTRADA TEM EDITAL
Governo publica licitação para asfalto da BR-135 entre Manga e Itacarambi, mas falta recursos para obra

||- O CHILIQUE DE ARLEN
Em vídeo-piti, Arlen reclama de intervenção de adversário junto a ministro sobre retomada do asfalto entre Manga-Itacarambi

||CENTRÃO TERÁ GRANA PARA BR-135?

||TARCÍSIO PREVÊ R$ 20 MI PARA BR-135 

||VIANA DESCRENTE COM GOVERNO
Senador bolsonarista admite dificuldades em levantar recursos para o asfalto da BR-135 entre Manga e Itacarambi

||A LAMBANÇA DE ARLEN NA BR-135
Ao devolver gestão da rodovia para União, deputado impede inclusão do trecho Manga-Itacarambi nas obras do acordo Zema-Vale

||- QUEM GOSTA DE PROMESSA É SANTO
Com proximidade das eleições, Arlen Santiago se lembra da urgência da federalização da BR-135. Mas só agora?

||- BR-135: NOVO REVÉS PARA QUINQUINHAS/ARLEN

||- ENGANA QUE EU VOTO: MIRAGEM NA BR-135

||QUINQUINHA E ARLEN ATOLADOS NA BR-135  

||PREGO REDONDO EM FURO QUADRADO

||BR-135: NOVO REVÉS PARA QUINQUINHAS/ARLEN
 
||ASFALTO MIRAGEM VOLTA À CENA
|||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||

Adicionar comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar