logo 20182

SILVANEI VENCE BRIGA COM JAÍBA E LEVA IFNGM

Porteirinha vai sediar campus avançado do Instituto Federal

O prefeito de Porteirinha, Silvanei Batista (PSB) está rindo à toa desde que recebeu a notícia de que a cidade vai sediar o futuro campus avançado do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG). A novidade foi comunicada ao Instituto por meio de ofício da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação (MEC), e foi repassada, em caráter oficial, ao prefeito pelo reitor José Ricardo Martins da Silva, na última sexta-feira, dia 20, na Reitoria.

Silvanei venceu uma longa queda de braços com o seu colega de Jaíba, Enoch Vinicius Campos de Lima (PDT, que também pleiteava o benefício. A briga pelo campus federal começou no final de 2013, quando teve início o processo para a escolha do município que iria sediar o campus. A Prefeitura de Porteirinha criou a campanha “Eu apoio o IFNMG em Porteirinha!”, com intensa mobilização das forças políticas, argumentação técnica e popular, com a adesão da sociedade civil organizada local, deputados e vereadores.  

A primeira extensão do IFNMG começa a funcionar em Janaúba, com a oferta de cursos técnicos presenciais já a partir deste semestre. Para que o projeto de Porteirinha se tornasse realidade, o município cedeu a infraestrutura física do prédio do Caic existente na cidade. O equipamento, construído ha quase 30 anos, durante o governo Collor de Mello, tem área edificada de 20 mil m², e atende aos requisitos do Ministério da Educação para o funcionamento da unidade.

“Será o início de uma grande mudança em nossa cidade e a maior conquista desde que o município foi emancipado”, comemorou Silvanei. O professor Tarso Guilherme Pires Macedo será o diretor-geral do futuro campus avançado. Tarso deve participar de audiências públicas na cidade para ouvir as demandas da população sobre os cursos a serem ofertados. A audiência será no dia 13 do próximo mês de março.

Adicionar comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Entre os termos de uso do espaço para comentários estão a restrição a comentários racistas, misóginos e homofóbicos, além de xingamentos e apologias ao uso de drogas ilícitas, crimes inafiançáveis ou proselitismo partidário. Os comentários serão moderados ou recusados para evitar excessos.


Código de segurança
Atualizar