logo 20182

O NOVO BRINQUEDINHO DE PIMENTEL

Ligado .

Governador anuncia compra de avião por R$ 28 milhões

Número de aeronaves passa de sete para quatro, após venda de quatro aeronaves para economizar com manutenção da frota

Comprar um avião não é para quem pode. O governador de Minas, Fernando Pimentel, decidiu reduzir de sete para quatro aeronaves a frota oficial do Gabinete Militar, utilizada pelo governador e vice, pelos secretários, em ações de Defesa Civil e transporte de órgãos para transplante.

Dois aviões, já fora de uso, estão em via de serem leiloados. Outro jato e mais um helicóptero, ainda em operação, serão leiloados até o final do ano. O argumento é de que o Estado vai economizar recursos, o que espaço para que o governo compre um avião novo, com valor previsto de compra (incluindo treinamento) de R$ 28 milhões, com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Economia

LEITE PELA VIDA

Ligado .

Governo promete normalizar distribuição em municípios não atendidos

O secretário de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais, o deputado petista Paulo Guedes, se reuniu, na manhã desta segunda-feira (23), com produtores rurais e donos de laticínios e cooperativas, no município de Manga, Norte de Minas. No encontro, ele informou que o programa Leite pela Vida será restabelecido nos municípios que estavam sem atendimento e que a Secretaria trabalha para dobrar o volume de leite adquirido e distribuído a famílias carentes das regiões Norte e Nordeste de Minas Gerais.

O programa Leite pela Vida, executado pelo Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Idene), braço operacional da Sedinor, já chegou a entregou 137 mil litros de leite/dia. Atualmente, são distribuídos apenas cerca de 75 mil litros/dia. Paulo Guedes afirmou que pretende dobrar o volume de leite do programa. Para isso, o Idene já está acertando com laticínios e cooperativas a ampliação das cotas. O município de Manga, por exemplo, passará de 1.100 para 2.200 beneficiários, Miravânia passará de 250.

Pagamentos

SIDCLEI NEGA NOMEAÇÃO EM CARGO COMISSIONADO

Ligado .

Sindicalista diz que texto faz juízo de valor e ‘detona’ sua atuação no SindManga

O presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Manga (SindManga), professor Sidclei Pereira (PCdoB), contestou informação publicada aqui no site de que teria sido nomeado, há cerca de duas semanas, para a área de coordenação de planejamento da Prefeitura de Manga. Segundo Sidclei, ele encontra-se atualmente cedido para setor administrativo da Secretaria de Educação, a seu pedido, após ter enfrentado problemas de saúde que o impediam de exercer suas funções em sala de aula na Escola Municipal Padre Ricardo Trischeller, o Caic. O sindicalista diz que não está lotado em função com status de diretoria e que não recebe vencimentos de R$ 2,5 mil, como afirmava o texto publicado na manhã de hoje.

A Secretaria de Administração confirmou a informação de que o professor Sidclei efetivamente atua na coordenação de planejamento do município e que sua função é de fazer a interlocução entre as várias pastas, mas diz que a portaria que o nomeou faz menção a ‘função gratificada’ e não a diretoria como foi publicado.

Sidclei ligou para o signatário do site logo pela manhã, pouco tempo depois do texto ir ao ar, para pedir retratação em pontos do texto que alegou serem incorretos. Um deles, a nomeação para cargo comissionado, que efetivamente não procedia -  embora a função gratificada tenha o mesmo status de nomeação comissionada. O Sindicalista prometeu enviar informações sobre a atuação da entidade que preside, mas, no começo da tarde, voltou a entrar em contato para pedir a retirada do texto do ar e informar que não enviaria mais uma nota com pontos da sua atuação no SindManga.

O professor também pediu os nomes das pessoas que pautaram o texto com a alegação de que essas pessoas pretendiam apenas prejudicá-lo. Avisado de que o sigilo da fonte é garantia constitucional para os profissionais de imprensa, ele disse que “tomaria outras providências”, sem explicar quais seriam.

“O site cumpre o seu papel, mas o texto mostra algo que não corresponde ao trabalho que o Sindicato executa. Sua matéria me detonou”, protestou o professor. Na conversa anterior, ele questionou a afirmação de que a entidade deixou de ser atuante durante a sua gestão. Sidclei diz que, no último final de semana, esteve reunido com a diretoria do SinManga para discutir uma pauta de reivindicação para o funcionalismo. "O SindManga não é só Sidclei, cada categoria tem um diretor-responsável. Quer dizer que se eu morrer amanhã, o Sindicato vai acabar?", argumentou.

SindManga vai rejeitar proposta de aumento do município

OLHA O PASSARINHO...

Ligado .

Fotógrafo do Norte de Minas alcança a marca de 2,5 mil aves classificadas cientificamente

O fotógrafo Manoel Freitas classificou no último sábado (21) a ave número 2.500 na maior enciclopédia eletrônica do gênero do país, a wikiaves.com.br, seguramente uma das mais importantes do mundo, em face à riqueza de nossa avifauna. Desse rol, 215 são espécies distintas, todas do Norte de Minas e Vale do Jequitinhonha. A conqusta é resultado de cinco anos de trabalho de campo, principalmente no Parque Estadual da Mata Seca, no município de Manga. 

E, tão relevante quanto o número é a regularidade: são postadas fotos atuais, no início – para atender as normas da enciclopédia - no máximo cinco por dia e, depois de promovido à categoria Sênior, 10 imagens. “Mais que talento ou recurso do equipamento”, segundo o ex-chefe de redação das rádios Terra e Sociedade e ex-editor do Jornal do Norte, todos em Montes Claros, e “o esforço para entender a linguagem das matas”.

Freitas explica que número de espécie é significativo em se tratando de regiões específicas, “sobretudo se levado em conta que o Brasil é o terceiro em biodiversidade em avifauna do planeta, mas o segundo em extinção de espécies”. Destaca, ainda, que mais de 40 registros são ou foram os primeiros no Norte de Minas e Vale do Jequitinhonha. “Alguns, como a águia-pescadora, além de ser o primeiro, assinamos mais 10 retratos, de indivíduos e épocas distintas”.

[As informações deste texto são de responsabilidade dos seus autores]